###leftbanner###
 
 

Análise do Tablet Apple iPad 4G 3ra Geração 2012

J. Simon Leitner / Klaus Hinum, 04/12/2012

Melhorado? O lançamento do novo iPad 3 é provavelmente um dos destaques do 2012 – pelo menos quando se fala do interesse geral mostrado pela mídia. Houve inúmeros rumores sobre as futures melhorias antes mesmo que o equipamento seja lançado, mas o momento da verdade finalmente chegou – Será que as mudanças adicionadas valem a pena para os atuais usuários do iPad 2?

Apple: iPad 3 preto e branco
Apple: iPad 3 preto e branco

Atualizações: 
17/03 11:00 a.m.: Adicionado Consumo de Energia; 7:30 p.m. taxas de dados 3G; imagens de vazamento de luz

19/03 Teste da bateria em modo inativo; desempenho de vídeo

27/03 Informação sobre a escala de cores da tela Retina; comparações de benchmarks

28/03 Adicionados os gráficos de benchmarks

03/30 Adicionado o tempo de recarga

Até o lançamento da 3ra geração do Apple iPad, houve muitas coisas que nos lembraram do lançamento do iPad 2: Diversos rumores emocionaram até usuários casuais semanas antes do lançamento oficial do iPad 2, bem como o seu sucessor em San Francisco. Naquela época, era o honrado Steve Jobs quem apresentou ao mundo o primeiro sucessor do iPad, apesar de seu evidente estado de saúde. Mesmo assim, alguns "rumores" do iPad 2 resultaram ser verdadeiros –o tablet recebeu um CPU dual-core CPU e câmeras como suspeitavam muitos meios de comunicação. Outros rumores, como uma tela maior resolução, caíram na obscuridade.

Agora, cerca de um ano depois, o seguinte iPad finalmente chegou de forma similar. Anunciado simplesmente como "The new iPad", o equipamento, à primeira vista, é essencialmente o mesmo que seu antecessor  imediato. Um coração dual-core ainda bate dentro e o tablet ainda é operado exclusivamente através de uma bela tela táctil. No entanto, a principal diferença é a inclusão da tão falada tela Retina. Não há dúvida sobre isso – a Apple mais uma vez superou a concorrência e, provavelmente, determine a direção do futuro desenvolvimento de tablets de todos os fabricantes. Mas será que a simples troca da tela justifica toda essa febre ao redor do equipamento? As lingual maliciosas já o estão chamando o novo iPad de "iPad 2S" devido a que acham que as atualizações são escassas em relação com o primeiro sucessor do iPad.

Não reparamos em esforços e mergulhamos diretamente entre a imensa massa de fanáticos da Apple, a fim de ser um dos primeiros na fila para receber esta tão aclamada peça  de tecnologia. Dois iPads 4G de 16GB foram comprados na Gravis (um revendedor alemão da Apple) e os usamos para os testes. A seguinte análise mostra as nossas avaliações do equipamento e as nossas impressões finais sobre o novo tablet como um todo. 

Case

É verdade que o chassi do novo iPad quando comparado com o do iPad 2. Mas, assim como acontece com itens secretos nos jogos, você terá que dar uma olhada muito de perto em cada canto antes de encontrar o que está procurando.

Em detalhe, vemos raios um pouco menores no arredondamento das bordas, um recesso marginalmente maior para a câmera posterior e um case mais grosso com uma altura total de 9,4 milímetros. No entanto, a estrutura mais grossa somente é notória em uma comparação lado a lado com o iPad 2. A diferença é um aumento de apenas 0,6 milímetros em relação com o iPad da segunda geração. Isto demonstra apenas que nem tudo o que é novo é necessariamente mais fino.

case monobloco de alumínio provavelmente foi uma das modificações mais importantes no pulo do iPad 1 para o iPad 2. Isto permitiu que a segunda geração fosse significantemente mais fina e leve, o qual provavelmente teve um efeito ainda maior na ergonomia do equipamento que a mudança de um CPU de um só núcleo para um CPU dual-core. 

"Nunca conserte o que estiver funcionando". Neste caso, vamos ter que estar do lado da Apple e aceitaremos com agrado a nova tela, bateria maior e CPU melhorado que foram possíveis com um minúsculo aumento de 0,6mm na espessura.

Porém, o aumento no peso, é muito mais aparente aqui. No caso do nosso modelo 4G, existe um diferença total de 60 gramas EME relação com o iPad 2, o qual torna o novo iPad quase tão pesado como o original. 60 gramas pode não parecer muito em termos de portáteis, mas a diferença pode se tornar muito notória quando o tablet é segurado o tempo suficiente. O aumento de peso é o principal retrocesso, considerando que a redução da massa era um dos principais argumentos para o iPad 2 durante o seu lançamento.

Alguns tablets Android atuais demonstram que é possível obter um peso mais leve. O Asus Transformer Prime TF201 e o Toshiba AT200, por exemplo, pesam cerca de 589 gramas e 535 gramas, respectivamente. No entanto, devemos mencionar que nenhum dos equipamentos tem uma função UMTS integrada. Seja como for, os equipamentos mencionados provavelmente não sejam uma opção para o comprador Apple. Pelo contrário, é mais uma questão de o que fazer – será que os usuários compram um  iPad 2 a um preço reduzido ou adquirem o iPad 3 e simplesmente vendem o iPad 2?

Conectividade

USB, HDMI e compartimento para cartões SD em um iPad? Inconcebível, pelo menos para as mentes brilhantes da Cupertino. Depois de tudo, o objetivo é vender muitos acessórios e fazer do iTunes uma fonte interna inesgotável de fundos com muitos clientes subscritos. A versão com preço exagerado de 64 GB também pode ser vista desta forma. Depois de tudo, o cliente em questão não quer, de repente, se deparar com problemas causados ​​por um SSD lotado demais. Os rumores de que a Apple iria parar de produzir esta versão de 64GB, resultaram ser falsas, como esperávamos.

Sério mesmo Apple?
Sério mesmo Apple?

O que resta é um conector para fones de 3,5 milímetros na borda superior do equipamento e a familiar porta docking de 30-pinos na borda oposta. O cabo USB correspondente também encaixa de forma bastante frouxa devido às bordas laterais extremamente chanfradas o qual faz com que a conexão passe uma sensação insatisfatória, para não dizer pior.

O iPad 3 pode ser conectado a monitores externos através do caro dock de teclado da Apple (69 Euros ou $69 USD) ou com qualquer adaptador correspondente, por exemplo o adaptador digital AV-a-HDMI por EUR 39 ou $39 USD. Se a Apple tivesse a última palavra em conectividade, os cabos não seriam mais usados e os usuários transmitiriam imagens e vídeos através do AirPlay (até 1080p na 3ra geração) para a sua infra-estrutura Apple TV.

Adicionalmente, também é transmitido um sinal Dolby Digital 5.1 através do adaptador digital AV e pode ser conectado no sistema de cinema em casa correspondente, através do HDMI. A lista de formatos de áudio e vídeo suportados é surpreendentemente longa e as partes deveriam estudá-las diretamente na página web da Apple. Caso contrário, a maioria dos usuários provavelmente ignore a característica.

Comunicação

Agora chegamos a um ponto que provavelmente seja uma das inovações mais significantes do iPad 3, além da tela. LTE (Long Term Evolution), o chamado sucessor do UMTS, é suportado pelo iPad 3 pela primeira vez. Em teoria, é possível uma transmissão wireless de até 300 megabits por Segundo, mas a ênfase aqui está em "teoria". Primeiro, a recepção deve ser pelo menos adequada, por isso são preferíveis as áreas urbanas. Em segundo lugar, o serviço está disponível apenas nos EUA (no momento da redação) e você deve possuir um contrato de telefonia móvel correspondente com a AT&T ou Verizon.

Uma olhada rápida na folha de especificações do iPad 3 revela freqüências de redes compatíveis de 700 e 2100 MHz. O problema: As transmissões são feitas apenas nas bandas 800, 2000 e 2600 MHz na Alemanha e apenas em 2600 MHz na Áustria.  Os clientes alemães podem dispensar esta característica e pagar o preço complete de qualquer forma ou simplesmente esperar por um iPad 3 potencialmente novo com suporte para redes DE LTE.

Isto significa que o iPad 3 não suporta Internet móvel? Felizmente não, dado que o modulo integrado de banda larga também suporta o experimentado e comprovado UMTS, que funciona perfeitamente em certos países da Europa. Como um brinde adicional, o tablet também suporta os velozes padrões UMTS HSPA+ e DC-HSDPA. No entanto, o suporte para LTE poderia ter sido um excelente argumento para os clientes alemães.

O potencial do LTE poderia ser massivo: descargas de até 40 Mbps e uploads de até 20 Mbps foram informados por usuários americanos. Até 2012, somente as conexões de internet cabeadas de alto padrão podiam atingir estes tipos de velocidades em certas regiões urbanas da Alemanha e Áustria.

Apesar da falta de suporte para nossas freqüências LTE, as taxas de dados 3G agora são muito mais velozes comparadas com o iPad 2
Apesar da falta de suporte para nossas freqüências LTE, as taxas de dados 3G agora são muito mais velozes comparadas com o iPad 2
Recepção WLAN

Falando de conectividade, também não devemos esquecer-nos de mencionar o WLAN 802.11 a/b/g/n e Bluetooth 4.0 integrados. Aqui, demos uma olhada mais de perto no potencial alcance do Wi-Fi. Comparado com um Macbook Pro 13 2010 e um smartphone Google Nexus S, o novo iPad se coloca um pouco abaixo do portátil em termos de alcance com um NetGear G-router como o Ponto de Acesso. A conexão foi interrompida a uma distância de ao redor de 15 metros do roteador, dado que teve que lidar com algumas paredes finas de vidro e painéis de gesso, no teste. Iremos atualizar com outro teste com um roteador padrão-n em breve.

Comparação: Câmera de 0,7 megapixels no iPad 2 vs. Câmera de 5 megapixels no iPad 3ra geração (diferentes momentos do dia).
Comparação: Câmera de 0,7 megapixels no iPad 2 vs. Câmera de 5 megapixels no iPad 3ra geração (diferentes momentos do dia).

Câmera

A inclusão das câmeras posterior e frontal no iPad 2 foi particularmente elogiada, embora os seus desempenhos de captura eram, no máximo, médios. A câmera frontal era suficiente apenas para as videoconferências em baixas resoluções, enquanto que a câmera posterior de 0,7 megapixels (960 x 720) demonstrou ser apenas um simples brinquedo com uma qualidade de imagem que não devia ser levada a sério. Veja os nosso exaustivos testes comparativos entre a câmeras do iPad 2 e a de diversos tablets Android.

Como resultado, as câmeras apresentam uma ótima oportunidade para a Apple melhorar com o iPad 3. Para os principiantes, a empresa substitui a fraca camera posterior com um modulo mais potente de 5 megapixels, permitindo com isso gravações de vídeo Full HD e um "filtro híbrido infravermelho", supostamente para uma melhor manipulação. Características como toque-para-focar e reconhecimento facial também estão integrado e funcionam corretamente.

Câmera de 5 MP do novo iPad
(clique para ver a resolução completa)
Comparação: câmera do iPad 2
1:1 zoom em uma seção da imagem de vídeo 1080p - exteriores
1:1 zoom em uma seção da imagem de vídeo 1080p - exteriores
E em interiores com a câmera iSight do iPad
E em interiores com a câmera iSight do iPad
Câmera frontal para videoconferências no nível do iPad 2
Câmera frontal para videoconferências no nível do iPad 2

Função de Vídeo

Testamos as novas câmeras com uma foto em interiores e um vídeo curto em exteriores sob a luz do sol, para obter as melhores condições possíveis do brilho ambiental. 

vídeo em interiores mostrou alguns engasgos durante rápidos movimentos da câmera. Adicionalmente, também pudemos ver um leve ruído na imagem, embora as cores gravadas sejam subjetivamente aceitáveis. 

Em nosso vídeo em interiores, podemos ver maiores evidências do ruído na imagem. Isto é particularmente proeminente nas bordas da imagem ou objeto em questão.

A câmera frontal também não se sai tão bem em termos de qualidade de imagem, porém, dado que foi feita principalmente para videoconferências, a qualidade deve ser satisfatória para aplicativos desse tipo.

O nosso veredicto para o novo módulo de câmera, apesar de tudo, é positivo. De fato, o novo iPad é muito bem adequado para os vídeos em exteriores das férias. Os vídeos Full HD (1080p) subjetivamente mostram fidelidade de cores e altos detalhes. No entanto, saiba que as gravações com movimentos rápidos da câmera poderiam resultar em vídeos pouco satisfatórios.

A qualidade em interiores ainda é razoável, embora fraquezas significantes sejam mais evidentes aqui. Por exemplo, o ajuste padrão do zoom da câmera toma algum tempo para que se acostume. O foco em alguns objetos em particular à distância com o toque de um dedo funcionou bem em nossos testes, mas algumas vezes ele pode nublar a imagem inteira devido a alguns problemas de foco.

Apple: Smartcover, disponível em 10 cores diferentes, opcionalmente PU ou couro
Apple: Smartcover, disponível em 10 cores diferentes, opcionalmente PU ou couro

Apple: Conteúdo de Entrega / Smartcover

Primeiro, boas notícias para os orgulhosos usuários de Smartcovers de iPad 2: A sua capa colorida ao estilo origami também cabe no novo iPad 3. A capa custa, dependendo do material, EUR 39 ($39 USD) para poliuretano ou EUR 69 ($69 USD) para couro. No entanto, a Smartcover protege apenas a tela. Isto significa que o chassi de alumínio (em particular o lado posterior) ainda está exposto ao implacável ambiente. A capa basicamente lhe permite posicionar o iPad em dois ângulos diferentes, o qual pode ser definitivamente útil ao digitar sobre uma mesa ou para assistir um vídeo. A propósito, a tampa é mantida no lugar por ímãs, o qual também lhe permite remover a capa rápida e facilmente.

Manutenção

O case completamente selado não permite ao usuário quaisquer modificações do hardware. Inserir e tocar o cartão SIM (ainda um micro SIM) é o máximo que a Apple permite - ou confia – para que o usuário faça por si só.

Garantia

A garantia no novo iPad 3 cobre apenas durante um ano. Isso significa que o equipamento deve ser enviado de volta ou levado a um revendedor da Apple em caso de danos. Além disso, a Apple oferece o Plano de Proteção AppleCare para iPads, que estende a garantia e suporte por telefone a dois anos cada um, por EUR 79 ($99 USD).

Tela

Super nítida
Super nítida
Gráficos e texto na tela Retina
Gráficos e texto na tela Retina

Chegamos à principal inovação da Terceira geração do iPad – a tela Retina. Nenhum fabricante ainda comercializa um produto com tal tela, portanto, a Apple deu o primeiro passo com a tela LED de 9,7 polegadas com alta resolução de 2048 x 1536 pixels. Comparada com o iPad 2, isto equivale ao quádruplo dos pixels mostrados (3,1 milhões de pixels vs. 0,8 milhões no iPad 2). O beneficio da alta resolução é visto com uma visualização super nítida do texto e gráficos ao navegar pela Internet ou jogando jogos. Aqui, o texto é perfeitamente legível na vista completa, mesmo se as fontes têm a metade do tamanho de um milímetro por um milímetro. Outra vantagem da resolução quadruplicada é a atualização de alta qualidade de antigos aplicativos. Comparamos as cores do iPad 3 e iPad 2, para descobrir apenas que os aplicativos parecem ser os mesmos aos que já conhecíamos no iPad 2.

Medimos uma luminosidade máxima de "apenas" 321 cd/m2 com um brilho médio de 303,7 cd/m2 no teste de brilho. Isto é uma diminuição de quase 70 cd/m2 em relação ao brilho do predecessor, que nós analisamos. Os membros da divisão Android, como o Asus Prime TF201 com 484 cd/m2 ou até mesmo o Blackberry Playbook da RIM com 491 cd/m2, atingem níveis de brilho muito mais altos aqui.

311
cd/m²
289
cd/m²
284
cd/m²
301
cd/m²
319
cd/m²
286
cd/m²
321
cd/m²
312
cd/m²
310
cd/m²
Distribuição do brilho
Informações
Gossen Mavo-Monitor
Máximo: 321 cd/m²
Médio: 303.7 cd/m²
iluminação: 88 %
iluminação com acumulador: 319 cd/m²
Preto: 0.38 cd/m²
Contraste: 839:1
Vazamento de luz na borda inferior do nosso modelo de teste preto
Vazamento de luz na borda inferior do nosso modelo de teste preto

É interessante que o nosso segundo equipamento de teste (a mesma configuração, mas em preto) consistentemente atingiu melhores resultados na avaliação do brilho. As taxas determinadas estão em média ao redor de 25 cd/m2 mais altas que as da nossa versão branca. Não podemos dizer se esta é uma flutuação relacionada com a produção ou se os dois iPads em análise usam modelos diferentes de telas.

As reduções que a nova tela Retina fez nos brilho é compensada em termos de contraste de imagem. Com um valor baixo de escuridão de apenas 0,38 cd/m², o tablet atinge um contraste máximo de 839:1. O nosso Segundo modelo de teste está quase no mesmo nível com 826:1.

O novo iPad em exteriores usam sob a luz do sol
O novo iPad em exteriores usam sob a luz do sol
Sem problemas com ângulos de visão extremos
Sem problemas com ângulos de visão extremos
Quase cobre completamente o espectro de cores sRGB (fonte: CDTobie's Photo Blog)
Quase cobre completamente o espectro de cores sRGB (fonte: CDTobie's Photo Blog)

O alto brilho é de grande importância particularmente quando o tablet é usado em exteriores. Neste quesito podemos dar o nosso ok. O maior obstáculo ainda é a tela refletiva que pode ser usada essencialmente como um espelho de maquiagem em ângulos desfavoráveis para o sol, como é o caso de praticamente todos os rivais no mundo Android. O brilho potencial é basicamente suficientemente alto para que o  equipamento possa ser usado em exteriores, mas as páreas com sombra seriam os pontos ideais. Mas quando está sob a luz do sol, 100 - 200 mais candela não teriam machucado, porém, isto provavelmente teria disparado o já alto consumo de energia da tela Retina.

No que diz respeito aos ângulos de visão, a tela Retina é virtualmente perfeita graças à implementação da tecnologia IPS. Sem importar como seguremos ou viremos o tablet, a legibilidade do conteúdo sempre se mantém impecável e fiel. Os usuários podem se preocupar mais com os perturbantes reflexos.

Também há boas notícias para os fotógrafos e editores profissionais de imagens, bem como para os designers gráficos: De acordo como CDTobie's Photo Blog, o espectro de cores da nova tela Retina é um pouco mais amplo comparado com o do iPad 2 e cobre quase completamente o sRGB. Além disso, a empresa Datacolor oferece um aplicativo para o iPad (SpyderGallery) que pode calibrar a tela através de um Colorímetro.

Desempenho

Imagem do Real Racing 2 HD Retina 800x600
Imagem do Real Racing 2 HD Retina 800x600

As especificações de hardware do novo Apple A5X SoC (system-on-a-chip) são um pouco decepcionantes depois de todos os rumores. Um processador dual-core ARM A9 com uma freqüência de 1 GHz (de acordo com benchmark tools) ainda é utilizado e por isso,o desempenho do processador não mudou comparado com o do iPad 2. As pontuações Geekbench da unidade de computação conseqüentemente corresponde às do iPad 2. Com quarto núcleos Cortex A9 no Tegra 3 e freqüências mais altas, a Nvidia teoricamente oferece muita mais potência de CPU. O novo Qualcomm Krait também deve ser mais veloz graças a melhorias na arquitetura.

Geekbench 2 - 32 Bit
Total Score (sort by value)
Apple iPad 3. Gen 2012-03
SGX543MP4, A5x, 64 GB SSD
759 Points ∼6%
Apple iPad 1 3G 64GB
SGX535, A4
470 Points ∼4% -38%
Apple iPad 2
SGX543MP2, A5, 64 GB SSD
764 Points ∼6% +1%
Asus Eee Pad Transformer TF101
GeForce ULP (Tegra 2), 2 (250), 16 GB SSD
894 Points ∼7% +18%
Asus Eee Pad Transformer Prime TF201
GeForce ULP (Tegra 3), 3, 16 GB SSD
1535 Points ∼12% +102%
LG Optimus Pad V900
GeForce ULP (Tegra 2), 2 (250), 32 GB SSD
907 Points ∼7% +19%
HTC Flyer 7-Zoll WiFi + 3G
Adreno 205, S2 MSM8255, 32 GB SSD
660 Points ∼5% -13%
Integer (sort by value)
Apple iPad 3. Gen 2012-03
SGX543MP4, A5x, 64 GB SSD
687 Points ∼5%
Apple iPad 1 3G 64GB
SGX535, A4
375 Points ∼3% -45%
Apple iPad 2
SGX543MP2, A5, 64 GB SSD
691 Points ∼5% +1%
Asus Eee Pad Transformer TF101
GeForce ULP (Tegra 2), 2 (250), 16 GB SSD
707 Points ∼5% +3%
Asus Eee Pad Transformer Prime TF201
GeForce ULP (Tegra 3), 3, 16 GB SSD
1374 Points ∼10% +100%
LG Optimus Pad V900
GeForce ULP (Tegra 2), 2 (250), 32 GB SSD
715 Points ∼5% +4%
HTC Flyer 7-Zoll WiFi + 3G
Adreno 205, S2 MSM8255, 32 GB SSD
591 Points ∼4% -14%
Floating Point (sort by value)
Apple iPad 3. Gen 2012-03
SGX543MP4, A5x, 64 GB SSD
920 Points ∼6%
Apple iPad 1 3G 64GB
SGX535, A4
466 Points ∼3% -49%
Apple iPad 2
SGX543MP2, A5, 64 GB SSD
923 Points ∼6% 0%
Asus Eee Pad Transformer TF101
GeForce ULP (Tegra 2), 2 (250), 16 GB SSD
1259 Points ∼8% +37%
Asus Eee Pad Transformer Prime TF201
GeForce ULP (Tegra 3), 3, 16 GB SSD
2304 Points ∼14% +150%
LG Optimus Pad V900
GeForce ULP (Tegra 2), 2 (250), 32 GB SSD
1279 Points ∼8% +39%
HTC Flyer 7-Zoll WiFi + 3G
Adreno 205, S2 MSM8255, 32 GB SSD
784 Points ∼5% -15%
Memory (sort by value)
Apple iPad 3. Gen 2012-03
SGX543MP4, A5x, 64 GB SSD
818 Points ∼10%
Apple iPad 1 3G 64GB
SGX535, A4
717 Points ∼9% -12%
Apple iPad 2
SGX543MP2, A5, 64 GB SSD
838 Points ∼10% +2%
Asus Eee Pad Transformer TF101
GeForce ULP (Tegra 2), 2 (250), 16 GB SSD
941 Points ∼11% +15%
Asus Eee Pad Transformer Prime TF201
GeForce ULP (Tegra 3), 3, 16 GB SSD
1111 Points ∼13% +36%
LG Optimus Pad V900
GeForce ULP (Tegra 2), 2 (250), 32 GB SSD
954 Points ∼11% +17%
HTC Flyer 7-Zoll WiFi + 3G
Adreno 205, S2 MSM8255, 32 GB SSD
751 Points ∼9% -8%
Stream (sort by value)
Apple iPad 3. Gen 2012-03
SGX543MP4, A5x, 64 GB SSD
333 Points ∼4%
Apple iPad 1 3G 64GB
SGX535, A4
330 Points ∼4% -1%
Apple iPad 2
SGX543MP2, A5, 64 GB SSD
333 Points ∼4% 0%
Asus Eee Pad Transformer TF101
GeForce ULP (Tegra 2), 2 (250), 16 GB SSD
184 Points ∼2% -45%
Asus Eee Pad Transformer Prime TF201
GeForce ULP (Tegra 3), 3, 16 GB SSD
264 Points ∼3% -21%
LG Optimus Pad V900
GeForce ULP (Tegra 2), 2 (250), 32 GB SSD
184 Points ∼2% -45%
HTC Flyer 7-Zoll WiFi + 3G
Adreno 205, S2 MSM8255, 32 GB SSD
293 Points ∼3% -12%

No que diz respeito à placa de vídeo, a Apple teve que fazer melhorias vitais porque a tela de alta resolução requer consideravelmente de mais potência, especialmente para os jogos. A Apple incorporou outros dois núcleos gráficos PowerVR SGX543MP, o que significa que ainda temos de esperar pacientemente  pela nova gama SGX600. Em teoria o desempenho da placa de vídeo dobrou graças  aos núcleos adicionais – mas com uma contagem quadruplicada de pixels na tela. Conseqüentemente, os jogos 3D tem que omitir alguns detalhes em resoluções nativas, ou reduzir a velocidade dos fotogramas. Isto também é demonstrado nos primeiros testes com o Real Racing 2 HD (versão adaptada para telas Retina). Embora a resolução do jogo de corridas certamente é incrível, os carros agora não se movimentam sobre a pista tão perfeitamente. Se os desenvolvedores 3D mantém a (provavelmente suficiente) resolução XGA, os efeitos gráficos adicionais poderiam se beneficiar consideravelmente.

GLBenchmark 2.1
Pro (sort by value)
Apple iPad 3. Gen 2012-03
SGX543MP4, A5x, 64 GB SSD
60 fps ∼100%
Asus Eee Pad Transformer Prime TF201
GeForce ULP (Tegra 3), 3, 16 GB SSD
55 fps ∼92% -8%
Pro Offscreen (720p) (sort by value)
Apple iPad 3. Gen 2012-03
SGX543MP4, A5x, 64 GB SSD
251 fps ∼64%
Asus Eee Pad Transformer Prime TF201
GeForce ULP (Tegra 3), 3, 16 GB SSD
80 fps ∼20% -68%
Egypt (sort by value)
Apple iPad 3. Gen 2012-03
SGX543MP4, A5x, 64 GB SSD
59 fps ∼1%
Apple iPad 2
SGX543MP2, A5, 64 GB SSD
59 fps ∼1% 0%
Asus Eee Pad Transformer TF101
GeForce ULP (Tegra 2), 2 (250), 16 GB SSD
21.9 fps ∼0% -63%
Asus Eee Pad Transformer Prime TF201
GeForce ULP (Tegra 3), 3, 16 GB SSD
52 fps ∼1% -12%
Toshiba AT200
SGX540, OMAP 4430, 32 GB SSD
19 fps ∼0% -68%
Egypt Offscreen (720p) (sort by value)
Apple iPad 3. Gen 2012-03
SGX543MP4, A5x, 64 GB SSD
140 fps ∼2%
Apple iPad 2
SGX543MP2, A5, 64 GB SSD
90 fps ∼1% -36%
Asus Eee Pad Transformer Prime TF201
GeForce ULP (Tegra 3), 3, 16 GB SSD
66 fps ∼1% -53%
Toshiba AT200
SGX540, OMAP 4430, 32 GB SSD
28 fps ∼0% -80%

Uma melhoria apreciada do A5X é a duplicação da memória principal para um gigabyte. Aqui, também provavelmente devido à nova tela, a capacidade da memória também é conveniente para a navegação pela Internet com várias abas.

Em nossa primeira breve experiência de teste, o A5X faz um bom trabalho com a navegação e nos jogos. De vez em quando (especialmente usando a busca), notamos leves engasgos no iOS. Isso, de fato é raro para o sistema operacional móvel da Apple.

Browsermark 1.0 - --- (sort by value)
Apple iPad 3. Gen 2012-03
SGX543MP4, A5x, 64 GB SSD
126324 points ∼23%
Apple iPad 1 3G 64GB
SGX535, A4
65269 points ∼12% -48%
Asus Eee Pad Transformer TF101
GeForce ULP (Tegra 2), 2 (250), 16 GB SSD
76540 points ∼14% -39%
Asus Eee Pad Transformer Prime TF201
GeForce ULP (Tegra 3), 3, 16 GB SSD
119777 points ∼22% -5%
LG Optimus Pad V900
GeForce ULP (Tegra 2), 2 (250), 32 GB SSD
93087 points ∼17% -26%
HTC Flyer 7-Zoll WiFi + 3G
Adreno 205, S2 MSM8255, 32 GB SSD
74437 points ∼13% -41%
Toshiba AT200
SGX540, OMAP 4430, 32 GB SSD
86302 points ∼16% -32%
Sunspider
--- (sort by value)
Apple iPad 3. Gen 2012-03
SGX543MP4, A5x, 64 GB SSD
1860 ms * ∼18%
Apple iPad 1 3G 64GB
SGX535, A4
2876.8 ms * ∼27% -55%
Apple iPad 2
SGX543MP2, A5, 64 GB SSD
2041 ms * ∼19% -10%
Asus Eee Pad Transformer TF101
GeForce ULP (Tegra 2), 2 (250), 16 GB SSD
1948.9 ms * ∼18% -5%
Asus Eee Pad Transformer Prime TF201
GeForce ULP (Tegra 3), 3, 16 GB SSD
1870 ms * ∼18% -1%
LG Optimus Pad V900
GeForce ULP (Tegra 2), 2 (250), 32 GB SSD
2112 ms * ∼20% -14%
HTC Flyer 7-Zoll WiFi + 3G
Adreno 205, S2 MSM8255, 32 GB SSD
2613 ms * ∼25% -40%
Toshiba AT200
SGX540, OMAP 4430, 32 GB SSD
1968 ms * ∼19% -6%
--- (sort by value)
Asus Eee Pad Transformer Prime TF201
GeForce ULP (Tegra 3), 3, 16 GB SSD
1257 ms * ∼31%

* ... smaller is better

Google V8 Ver. 6 - --- (sort by value)
Apple iPad 3. Gen 2012-03
SGX543MP4, A5x, 64 GB SSD
866 points ∼7%
Asus Eee Pad Transformer TF101
GeForce ULP (Tegra 2), 2 (250), 16 GB SSD
683 points ∼6% -21%
Asus Eee Pad Transformer Prime TF201
GeForce ULP (Tegra 3), 3, 16 GB SSD
1649 points ∼14% +90%
LG Optimus Pad V900
GeForce ULP (Tegra 2), 2 (250), 32 GB SSD
656 points ∼6% -24%
HTC Flyer 7-Zoll WiFi + 3G
Adreno 205, S2 MSM8255, 32 GB SSD
607 points ∼5% -30%
Toshiba AT200
SGX540, OMAP 4430, 32 GB SSD
696 points ∼6% -20%

Desempenho de vídeo

A nova tela de alta resolução permite que o usuário visualize até mesmo vídeos FullHD sem perda de informação. A Apple agora permite isto com o suporte para vídeos H.264 de até 1080p em High Profile 4.1 (veja as especificações técnicas). Se você tiver vídeos em um formato diferente, você terá que recodificá-los ou usar um software reprodutor de terceiros. Demos uma olhada de perto no OPlayer HD Lite, CineXplayer e AV Player HD no teste. O veredicto é um pouco preocupante depois de vários testes. Dado que a 3ra geração do iPad não oferece um desempenho maior do CPU, 720p é o limite topo para a maioria dos formatos. Nenhum de nossos vídeos de teste 1080p (H.264 em MKV, WMV9 ou Ogg Vorbis) pôde ser reproduzido fluentemente. Além disso, as versões 720p engasgaram ocasionalmente em alguns reprodutores (por exemplo, som assíncrono) portanto, para não correr riscos você deveria usar vídeos SD.

Emissões

Ruído do sistema

Ainda há boas noticias sobre o ruído do sistema – não existe. A 3ra geração do iPad funciona em silencio absoluto como o seu predecessor e a maioria dos tablets Android. Nenhum dos nossos equipamentos de teste sabe o significado de barulho.

Temperatura

As temperaturas da superfície parecem ser uma das maiores falhas da Terceira geração do iPad. Durante o nosso teste de carga de bateria, o tablet foi colocado na mesa e já tinha esquentado até 34 - 40°C. Apenas podemos imaginar as temperaturas da superfície se o tablet fosse usado em exteriores no verão

Também medimos as temperaturas de superfície de até 38°C sem carga com o tablet sobre a mesa. No entanto a temperatura é reduzida para 34°C quando o tablet é segurado na mão (sem carga). Em qualquer caso, o usuário pode sofrer o desfrutar de mãos quentes durante intensas sessões de jogos.

Carga Máxima
 33.9 °C35.0 °C35.1 °C 
 33.9 °C34.1 °C34.3 °C 
 38.4 °C40.7 °C39.4 °C 
Máximo: 40.7 °C
Médio: 36.1 °C
36.7 °C36.6 °C36.4 °C
38.7 °C39.5 °C38.2 °C
39.9 °C38.6 °C38.9 °C
Máximo: 39.9 °C
Médio: 38.2 °C
Temperatura do quarto 24.0 °C | Raytek Raynger ST

Alto falantes

A única grade do alto falante emite a música surpreendentemente alta e clara. O posicionamento no lado posterior não é o ideal porque o som é distorcido quando o iPad está, por exemplo, sobre uma mesa. Em nossa opinião, o som reproduzido é, apesar de tudo, muito útil para a música de fundo e jogos.

O som foi reproduzido com o suficiente volume e sem ruídos em um teste com o AKG K701 de alta impedância conectado ao conector para fones.

Duração da bateria

Consumo de energia

O consumo de energia (medido no adaptador de força com uma bateria completamente carregada) está aproximadamente no mesmo nível que um Transformer Prime. O iPad consome apenas 1,1 watts na tela inicial com brilho mínimo. No entanto, não pode ser ver quase nada porque a iluminação está quase completamente desligada. O consumo máximo de 11,1 watts durante carga é marginalmente mais alto que o do TF201.

O nosso medidor registrou 0 watts em standby. Portanto, o consumo real provavelmente esteja abaixo da escala de medição.

Consumo de energia

Ocioso 1.1 / 4.6 / 8.4 Watt
Carga 10.7 / 11.1 Watt
 
Key: min: , med: , max:         Voltcraft VC 940

Duração da bateria

A Apple promete uma duração de 10 horas para o novo iPad e os nosso primeiros resultados estimados no teste Wi-Fi podem confirmar isto. Com 9,5 horas, a enorme bateria (42,5 Wh) pode atingir índices da anterior garante excelente mobilidade.

Simulamos uma carga pesada com o antigo Epic Citadel demo. O nosso segundo equipamento de teste agüentou quase cinco horas e, portanto, permite jogar em movimento durante um período estendido de tempo.

Iremos adicionais mais índices da bateria no curso dos seguintes dias. No entanto, baseado nos resultados de outro colegas, parece provável que a Apple manterá sua promessa de duração de bateria (por exemplo., 9 horas com 3G/LTE ativo).

No entanto, o longo tempo necessário para recarregar a bateria é chocante. Por exemplo, quando o iPad está em uso, tinha recarregado até apenas 7% após 1h 15min. Sem usar o tablet e conectado usando o adaptador, levou 5 horas e 45 minutos para recarregar completamente. Portanto, planeje carregá-lo durante a noite se pretende usar o iPad com toda sua capacidade no dia seguinte.

Tempo de Execução da Bateria
Ocioso (sem WLAN, min brilho)
20h 26min
Navegar com WLAN
9h 30min
Carga (máximo brilho)
5h 00min

Veredicto

Um dia difícil e, especialmente longo chega ao fim lentamente. É hora de tirar uma conclusão preliminar. O que resta da euforia inicial, após os primeiros testes?

Acima de tudo, a excelente tela Retina deve ser mencionada. Sem dúvida alguma é a razão pela qual o iPad 3 pode produzir uma imagem super nítida. No entanto, o brilho um pouco mais baixo, que não pode combater os reflexos tão bem, deixa um sabor amargo quando comparado com o predecessor. O Transformer Prime ganha claramente o round sobre o brilho e contraste da tela. No entanto, não pode se comparar com o novo iPad em termos de resolução e sobre tudo na qualidade de imagem.

O case parece familiar tanto na qualidade como na textura, porém, o peso um pouco maior (+60 g) é o outro lado da moeda em um design excelente e tradicional. 

Os usuários alemães e austríacos podem ser afetados pelas freqüências incompatíveis para o padrão de comunicações móveis LTE. Por isso, a rede 3G substitui a 4G, deixando de lado um dos benefícios que o novo iPad tem para oferecer.

Os nossos testes anteriores também nos levaram para o nosso seguinte reclamo: o case esquenta muito mais que o do iPad 2 em qualquer estão operacional. As temperaturas da superfície de mais de 40°C podem ser facilmente atingidas quando o tablet é deixado sobre a mesa para carregar. Esta temperatura é um pouco menos dramática quando o tablet é segurado na mão, mas ainda é perceptível.

Em termo de desempenho, a Apple ainda confia em um CPU dual-core, mas aprimorou a unidade gráfica integrada ao mesmo tempo. Isto provavelmente seja uma necessidade, depois de tudo, a tela retina exige 4 vezes mais comparada com a tela do iPad 2. Ainda resta ver se os jogos 3D irão aproveitar o GPU quad-core com a máxima resolução.

A navegação clássica desde o sofá agora é ainda mais divertida graças à maior memória de 1GB e, é claro, a maior resolução. O único aspecto que ainda é irritante é que não podemos reproduzir vídeos flash. For a isso, algumas páginas são exibidas com alguns erros menores devido à configuração de DPI e web sites mais complexos certamente se beneficiariam de um CPU mais veloz.

No geral, este veredicto pode soar um pouco duro demais para o leitor. Na verdade, a Apple teve que fazer alguns compromissos na última versão do iPad, para assim  poder dar um grande passo  em outros campos. Isto acontece especialmente para a tela Retina. Uma resolução mais alta equivale a uma maior necessidade de energia, mais energia causa um maior aquecimento e um maior consumo de energia. Que só pode ser coberto apenas uma bateria maior, que, mais uma vez, faz com que o tablet seja um pouco mais pesado e acima de tudo, tenha necessidade de tempos mais longos de recarga.

Será que estas deficiências no peso e na energia são justificáveis para a inclusão da nova tela Retina? Achamos que você deve emitir sua própria opinião. A qualidade de imagem é indiscutivelmente de tecnologia de ponta. Se isto é suficiente motivo para trocar um iPad 2 pela seguinte geração do iPad, depende de você. Além disso, os recém-chegados ao mundo iPad provavelmente não optarão por um modelo iPad 2 descontinuado. Ou será que sim?

Em Análise: Apple iPad 3 16GB 4G
Em Análise: Apple iPad 3 16GB 4G

Especificações do portátil

Apple iPad 3. Gen 2012-03

:: Processador
Apple A5x 1 GHz
:: Placa gráfica
PowerVR SGX543MP4
:: Pantalha
9.7 polegadas 4:3, 2048x1536 pixel, Brilhante: sim
:: Disco rígido
64 GB SSD, 64 GB
:: Conexões
1 Docking Station Port,
:: Funcionamento em rede
802.11a/b/g/n (a b g n ), 4.0 Bluetooth, 4G, LTE, dual carrier HSPA+, UMTS, 3G
:: Tamanho
altura x largura x profundidade (em mm): 9.4 x 241.2 x 185.7
:: peso
0.662 kg
:: Bateria
42.5 Wh Lítio-Polímero, não removível
:: Preço
829 Euro
:: Características adicionais
Webcam: iSight 5MPix, FaceTime VGA, 24 Meses Garantia

 

Equipamentos Similares

Portáteis do mesmo fabricante

» Breve Análise do Tablet Apple iPad Mini Retina
PowerVR G6430, A7, 7.9", 0.328 kg
» Breve Análise do Tablet Apple iPad Air
PowerVR G6430, A7, 9.7", 0.464 kg
» Breve Análise do Portátil Apple MacBook Pro Retina 15 Late 2013
GeForce GT 750M, Core i7 4850HQ, 15.4", 2.012 kg
» Análise Completa do Portátil Apple MacBook Pro Retina 13 Final2013
Iris Graphics 5100, Core i5 4258U, 13.3", 1.563 kg
» Análise Completa do Smartphone Apple iPhone 5S
PowerVR G6430, A7, 4.0", 0.112 kg
» Breve Análise do Smartphone Apple iPhone 5c
SGX543MP3, A6, 4", 0.132 kg

Links

Compare Preços

Amazon.com

Show results on Amazon.com

Pricerunner n.a.

Resumindo

Do que gostamos

Como a Apple mais uma vez estabelece padrões e traz inovações em grandes volumes no mercado.

O que gostaríamos de ver

Como sempre nos equipamentos iOS – um pouco mais de abertura.

O que nos surpreende

Sem dúvida a tela IPS de alta resolução. Os únicos reclamos poderiam ser feito apenas sobe a superfície refletiva.

A concorrência

iPad 2, agora com prelo reduzido com uma resolução reduzida da tela, Asus Transformer Prime quad core tablet e os tablets Android Full HD da Acer e Asus, que estão prestes a chegar.

> Português - Home > Análises > Análises > Arquivo de análises próprios > Análise do Tablet Apple iPad 4G 3ra Geração 2012
J. Simon Leitner / Klaus Hinum, 2012-04-12 (Update: 2012-04-13)