Notebookcheck

Mão na massa: Motorola Edge com Snapdragon 765G

A Motorola Edge vem com uma caixa de plástico macio muito prática dentro da caixa. É um toque agradável. (Imagem: Sanjiv Sathiah/Notebookcheck)
A Motorola Edge vem com uma caixa de plástico macio muito prática dentro da caixa. É um toque agradável. (Imagem: Sanjiv Sathiah/Notebookcheck)
A Motorola Edge é a variante Snapdragon 765G da Qualcomm da nova linha Edge da empresa. Seu objetivo é encontrar um equilíbrio entre o design premium e o desempenho enquanto ocupa um ponto de preço mais acessível do que os aparelhos Snapdragon 865 como seu próprio Edge+. Para muitas pessoas, pode ser todo o smartphone que você precisa.
Sanjiv Sathiah, 🇺🇸 🇫🇷 ...

Introdução:

O Motorola Edge é o aparelho de médio alcance sub-premium da Motorola. Ele fica abaixo do mais caro e mais potente Edge+ da Motorola que foi projetado para competir com os navios-bandeira Android, como o Samsung Galaxy S20. O Motorola Edge é direcionado para o próximo nível de aparelhos, incluindo dispositivos como o LG Velvet. Como o LG Velvet, o Motorola Edge é equipado com o Snapdragon 765G da Qualcomm, mas possui aparência e acabamento de alta qualidade. Se você está ficando cansado de tossir um dólar para os smartphones high-end, o Motorola Edge pode ser o que você está procurando.

O Hardware:

O Edge da Motorola centra-se em um display OLED FHD+ de 6,7 polegadas 2340x1080 FHD+ com uma taxa de atualização de 90 Hz. Embora não 120 Hz como é o caso de algumas bandeiras top-tier Android, este ainda é um notável passo acima dos painéis de 60 Hz, particularmente ao percorrer aplicativos como Twitter, Facebook ou uma página da web. Ele também suporta conteúdo HDR10+ e, quando combinado com seus alto-falantes estéreo relativamente potentes, proporciona uma excelente experiência de visualização de conteúdo, independentemente do preço. Sua dramática tela de cachoeira com quase 90° de curvatura parece futurista e tem excelente rejeição de toque e não experimentamos nenhuma entrada de toque indesejada durante o uso.

O Edge da Motorola mantém as coisas funcionando bem com o Snapdragon 765G da Qualcomm, acoplado a 6 GB de RAM LPDDR4X e 128 GB de armazenamento expansível. O Snapdragon 765G, fabricado em um processo de 7 nm, combina dois núcleos baseados em Cortex-A76 de alto desempenho com quatro núcleos Cortex-A55 de alta eficiência, o que proporciona um desempenho mais do que adequado para uso diário e multitarefa. Sua GPU Adreno 620 não é tão competitiva mas será mais do que adequada para a maioria dos jogos 3D, se não oferecer as altas taxas de quadros possíveis em títulos competitivos de esportes eletrônicos como Fortnite ou COD.

Tudo isso é mantido sucateado por uma grande bateria de 4.500 mAh que é do mesmo tamanho que a Samsung empacotou em sua carro-chefe Galaxy Note20 Ultra. A Motorola reclama até dois dias de carga sobre ele, que é apoiado por um carregador rápido de 15 W. Embora você não veja esse tipo de vida útil da bateria com uso pesado, você certamente terá um dia inteiro de carga. Como um dispositivo mais barato, ele salta, sem surpresas, o carregamento sem fio, o que é difícil de se invejar. 

The Cameras:

The Motorola Edge uses a very competent triple rear camera set-up supplemented by a time-of-flight sensor. The main rear camera is a 64 MP module with f/1.8 aperture and quad-pixel binning for an effective pixel size of 1.6 µm, which goes a long way to capturing more light (but also potentially more producing more image noise). Its ultra-wide angle and macro vision camera uses a 16 MP module and has an f/2.2 aperture and a 117-degree field of view. The telephoto shooter uses an 8 MP sensor with f/2.4 aperture and supports 2 x high-res optical zoom and 10x digital zoom. 

As you can see from the photos embedded below, the Motorola Edge produces high-quality photos. In addition to RAW photo support, it also offers a Night Vision mode and modes for long exposure shots. It is a versatile camera setup that will keep most users quite happy and even those who want to dig deeper into photo processing with applications like Photoshop. When you look at how much more you need to pay for a Snapdragon 865-powered flagship device with better camera optics (including Motorola’s own Edge+), you are still getting a more than acceptable overall imaging result for much less.

The Operating System and Usability:

The Motorola Edge comes preinstalled with Android 10 and we are using the most recent update that includes the August 1 security patch. Motorola’s Android skin is called My UX, but it is in all respects a stock Android device, which is a massive plus in our view. In our recent experience with the Exynos 990-powered Galaxy Note20 Ultra and the Snapdragon 865-powered Oppo Find X2 Pro, which both feature relatively heavily customized Android skins, system lag in certain apps was noticeable at times. By comparison, the bloatware-free My UX running on the Motorola Edge feels much smoother and delivers a more consistent software experience. At the same time, My UX gives users the opportunity to tap right into the customization features built into Android 10 to make it your own should you want to customize it further.

Conclusion:

This new class of Snapdragon 765-powered Android handsets like the Motorola Edge provides a genuine alternative to high-end Android flagship smartphones. One of the key advantages that the Motorola Edge offers over its competition is a near stock Android OS that offers an almost flawless Android user experience as a result. In all other key areas it also delivers thanks to its excellent display, its high-quality audio experience and its very good cameras. It also offers a contemporary design with looks that would easily pass for something much more expensive. It might not offer absolute top shelf performance, but it is more than good enough across all departments that it poses a serious question about the value of paying more for a Snapdragon 865-powered handset.

(Imagem: Sanjiv Sathiah/Notebookcheck)
(Imagem: Sanjiv Sathiah/Notebookcheck)
(Imagem: Sanjiv Sathiah/Notebookcheck)
(Imagem: Sanjiv Sathiah/Notebookcheck)
(Imagem: Sanjiv Sathiah/Notebookcheck)
(Imagem: Sanjiv Sathiah/Notebookcheck)
(Imagem: Sanjiv Sathiah/Notebookcheck)
(Imagem: Sanjiv Sathiah/Notebookcheck)
(Imagem: Sanjiv Sathiah/Notebookcheck)
(Imagem: Sanjiv Sathiah/Notebookcheck)
(Imagem: Sanjiv Sathiah/Notebookcheck)
(Imagem: Sanjiv Sathiah/Notebookcheck)
(Imagem: Sanjiv Sathiah/Notebookcheck)
(Imagem: Sanjiv Sathiah/Notebookcheck)
(Imagem: Sanjiv Sathiah/Notebookcheck)
(Imagem: Sanjiv Sathiah/Notebookcheck)

Source(s)

Own

Please share our article, every link counts!
> Análises e revisões de portáteis e celulares > Arquivo de notícias 2020 09 > Mão na massa: Motorola Edge com Snapdragon 765G
Sanjiv Sathiah, 2020-09-21 (Update: 2020-09-21)
Sanjiv Sathiah
Editor of the original article: Sanjiv Sathiah - News Editor - @t3mporarybl1p
Stefan Hinum
Translator: Stefan Hinum - Founder, CEO, CFO