Notebookcheck

Análise do Portátil Dell Latitude E6420

J. Simon Leitner (traduzido por Ricardo Soto), 05/06/2011

Sempre Popular. Embora tenha quase morrido no setor de portáteis de consumo, o formato compacto de 14 polegadas ainda é um dos estilos mais populares de portáteis empresariais. O Dell Latitude E6420 tem sapatos grandes que deve encher tomando as rédeas de seu bem sucedido predecessor, o E6410. Será que é um orgulho para a série Latitude ou Serpa que ele envergonha a Dell?

O nosso artigo sobre a nova linha empresarial da Dell de algumas semanas atrás despertou um raro alto nível de controvérsia em nossos fóruns. Entre os assuntos das opiniões enfrentadas estava o design completamente novo do case.  Enquanto alguns vêm isto como a adoção de uma cara mais amigável no portátil, outros argumentaram que o design do portátil tinha perdido toda a imagem de profissionalismo.  Mas seja qual for sua opinião, uma coisa é certa: o design afiado e rígido da anterior geração acabou!  Agora, o E6420 faz lembrar os novos modelos XPS.

Dando uma olhada na concorrência, o novo Thinkpad T420 da Lenovo permanece fiel ao seu predecessor, o T410 — o design mostra apenas modificações menores.  A HP, enquanto isso apresenta totalmente o oposto ao design da Dell na forma de seus novos Elitebooks.  Seu modelo top, o HP Elitebook 8460p, trás de volta o antigo estilo "caixa" que provavelmente  também atraia alguns fortes sentimentos de uma forma ou outra.  

Latitude E6420
Latitude E6420
Thinkpad T420
Thinkpad T420
Elitebook 8460p
Elitebook 8460p

Tecnicamente, todos os portáteis são muito similares. Todos tentam impressionar com seus sofisticados mecanismos de segurança, uma ampla série de usos e, certamente, a combinação de alto desempenho e longa duração da bateria.
Isto será — entre outros — o principal critério para a seguinte análise, pois você pode argumentar sobre qual design é melhor durante muito tempo.

Case

Goste ou não do design, este portátil é um dos mais sólidos Latitudes da série nos últimos anos.  A boa seleção de materiais usados na construção do case do Latitude E6420 são os responsáveis por isto.  Examinamos as superfícies, procurando por plástico, mas o encontramos somente ao redor do teclado e no marco da tela.  As outras superfícies consistem de uma liga de alumínio-magnésio.  A Dell chama esta composição de Tri-Metal e refere múltiplas vezes sua aderência a vários — embora não seja muito convincente — padrões militares.

A unidade base é incrivelmente resistente às pressões graças ao sólido marco de magnésio que protege todo o hardware no interior.  Diferente de muitos de seus concorrentes, a Dell orgulhosamente mostra um pouco de seu marco de magnésio sobressaindo no portátil nas bordas laterais.  A placa da base e a superfícies do case ao redor do teclado unem-se a este marco e unidos a ele com parafusos: "Unibody Lite" se desejar.  

 

Exterior
Exterior
Interior: liga de magnésio-alumínio
Interior: liga de magnésio-alumínio

As nossas tentativas de afundar a superfície não tiveram efeito algum.  Isto inclui a tampa que não cede um só milímetro sob pressão.  De acordo com a Dell, as dobradiças da tampa estão feitas de aço resistente, o qual, no entanto, não é visível na superfície — como acontece com os Thinkpads da Lenovo — mas é coberto por uma camada de magnésio. A tampa toma um pouco de esforço para incliná-la para trás, mas apenas se balança após ser ajustada.  Como a HP, a Dell está se afastando da metodologia de fixar pads de borracha individuais ao longo da tela para suavizar o fechamento.  Em lugar disso, eles optaram pela longa tira de borracha rodeando toda a tela, que serve para proteger a tela e o teclado das partículas de pó que entram quando o portátil está fechado.  Um gancho prende o fechamento da tela.

Consertar ou substituir hardware é muito fácil.  O disco rígido é segurado por quarto parafusos, os quais uma vez removidos permitem que ele se deslize para fora do case. O resto do hardware pode ser acessado removendo uma coberta na parte inferior da unidade base, que é segurada com mais alguns parafusos.  Os ventiladores e dissipares de calor, o processador, memória, modulo PCI e a bateria CMOS, estão todos prontos para ser consertados uma vez que a coberta é retirada.

Dando outra olhada na concorrência (Lenovo T420, HP 8460p), vemos que os outros contendores pelo nosso dinheiro também te um peso similar.  O modelo padrão do Lenovo T420 pesa 2,24kg, ou seja, com uma bateria de 6 células incluída.  O modelo da HP com a menor bateria possível de 3 células chega a 2,07kg, o mesmo que o Dell E6420 com uma bateria de 4células.  A configuração particular que analisamos incluía uma bateria de 9 células (97Wh), trazendo o total de 2,620 Kg.  Em termos de dimensões do case, E6420 é o mais largo com 352 mm. O Lenovo T420 tem 12 mm menos de largura e o HP 8640p, 14 mm.  O mesmo acontece para a profundidade do case: a frente do E6420 sobressai cerca de 10  mm quando PE colocado lado a lado com seus rivais.  O Lenovo T420 é o mais fino dos três com 30mm quando é fechado (E6420 e 8460p ambos 32mm – todas afiguras se baseiam na informação dos fabricantes).

Conectividade

Agora chegamos à seleção e posicionamento das entradas no E6420.  Particularmente o posicionamento das entradas pula sobre você quando olha pela primeira vez para o portátil, as quais encontram-se perto das esquinas posteriores.  No lado esquerdo para frente, encontramos o compartimento Smartcard seguido por uma saída de ar, uma entrada combinada de fones/microfone, uma entrada VGA e uma entrada USB 2.0.  Perto da esquina posterior, continuamos com uma entrada RJ45 Ethernet e o conector de força.

À direita para frente, temos um compartimento Expresscard 45mm e embaixo dele o DVD drive.  Após isso vem duas entradas USB 2.0 e uma entrada combinada USB/eSATA.  Na parte posterior para a direita encontramos uma entrada HDMI e um seguro Kensington.  Na frente também encontramos um leitor de cartões SD.

É decepcionante que nenhuma entrada USB 3.0 esteja abordo.  Certamente, a entrada eSATA oferece índices mais rápidos de transferência que o USB 2.0, útil para transferir grandes arquivos como um back up de dados em um disco rígido externo.  Mesmo assim, a entrada eSATA não é usada por muitos equipamentos e não parece ter muito futuro.  Os discos rígidos externos são compatíveis com USB 3.0, com o eSATA desaparecendo lentamente do mercado.  O USB 3.0 opcional oferecido em lugar do DVD drive não soa como uma grande troca, por , um: você perderia o DVD drive e dois: você ainda tem que pagar mais pelo adaptador USB 3.0 (preço exato não disponível).  No entanto, vemos que a HP sabiamente escolhe incluir duas entradas USB 3.0 (+eSATA) em seu 8460p, enquanto a Lenovo — como a Dell — ignoraram o eSATA para o T420.

Outro recurso importante seria a escolha da saída de vídeo — HDMI 1.3 (de acordo com a Dell).  As esperanças por usar configurações de múltiplos monitores (+2x24“ FHD via DualHead2Go) ou telas de alta resolução de 30 polegadas (2560x1600) vão por água abaixo, sendo a única opção 180 Euros a mais pela solução docking apropriada.  No entanto, a HP e a Lenovo têm a idéia correta neste sentido, tanto o 8460p como o T420 têm um Displayport.

Por outro lado, o posicionamento das entradas é excelente. Mesmo sem uma estação docking, o Latitude E6420 pode ser conectado com diversos dispositivos ao mesmo tempo sem obstaculizar a área de trabalho com cabos.  Por falar em estações docking: o E6420 pode ser conectado a estações docking existentes incluindo: E-Legacy Extender, E-Port e E-Port Plus — se tiver dúvidas, fale com alguém na Dell.

Lado Esquerdo: Conector de força, Ethernet, USB 2.0, VGA, Microfone/Fones, Smartcard
Lado Esquerdo: Conector de força, Ethernet, USB 2.0, VGA, Microfone/Fones, Smartcard
Lado Direito: Expresscard, 2x USB 2.0, USB/eSATA, HDMI, Kensington, Modem (opcional)
Lado Direito: Expresscard, 2x USB 2.0, USB/eSATA, HDMI, Kensington, Modem (opcional)

Internet e Bluetooth

Como é típico da Dell, o Latitude E6420 com uma ampla série de opções para se conectar à internet. Primeiro está uma entrada gigabit Ethernet (Intel 82578LM).  Você também tem a opção de uma placa Wifi da Intel (b/g/n) ou da Dell bzw. a/g/n).  O Latitude E6420 também pode ser equipado com um módulo UMTS/HSPA a pedido.  O ponto para o cartão SIM é encontrado no mesmo compartimento da bateria, a linha da antena para o qual já estava pronta para usar quando obtivemos o nosso modelo de teste. Com o modulo apropriado, isto também pode ser atualizado depois.  O Bluetooth 3.0 é opcional, bem como um modem de 56k (V.92), o qual pode ser útil se estiver viajando para áreas rurais ou muito afastadas numa viagem de negócios, por exemplo.

Segurança

Profissionais empresariais sabem que a segurança não pode ser negligenciada ao escolher um portátil. Para limitar o acesso ao portátil, o Latitude E6420 vem com um leitor para smart card (leitor sem contato também disponível).  Você pode até solicitar um leitor de impressões digitais (padrão FIPS disponível).

Também é possível instalar software anti-roubo para rastrear o portátil se for roubado ou deletar de forma remota, dados sensíveis.  Nota: você deve optar por dito serviço ANTES do ato do roubo e normalmente há pagamento programados associados com ditos serviços.

Garantia

Como estamos lidando com um portátil empresarial premium, a Dell dá valorize seu dinheiro outorgando uma garantia padrão de três anos de serviço “no local” com conserto no seguinte da útil.  Isto minimiza a quantidade de tempo que portátil deve estar fora da concessão  em caso de um defeito assim você não será muito retrasado no seu trabalho. Se este nível de serviço não é o adequado, você pode fazer um upgrade para o  Dell ProSupport (+145 Euros) que oferece suporte técnico pelo telefone as 24 horas, incluindo questões referentes a software desenvolvido por terceiros.

Para o agressivo ou perpetuamente atrapalhado existe uma cobertura adicional por danos infringidos por fluidos derramados no portátil, picos de energia, quedas do portátil de grandes alturas o pelas escadas, etc.  Esta cobertura irá lhe custar 150 Euros adicionais sem proteção contra roubos ou 240 Euros com proteção contra roubos durante 3 anos (sem IVA).

Dispositivos de Entrada

Teclado: Nova disposição
Teclado: Nova disposição

Teclado

Com a mudança do design do case vem a nova disposição do teclado para se adaptar. Entre as mudanças está a caixa de botões de funções especiais na esquina superior direita, incluindo os botões "insert", "delete", e assim por diante.  Estes botões agora estão posicionados em uma só fila, na qual os botões individuais estão um pouco mais amontoados que antes.  Também os botões "page up" e "page down" conseguiram chegar a estar acima das teclas de setas.  Embora possa precisar de um tempo de adaptação, a nova disposição tras muitas restrições com ela — embora as teclas estejam mas amontoadas.

Digitar neste teclado é muito confortável.  As pulsações são firmes, requerendo uma quantidade suficiente de pressão antes de ser acionada, o qual fornece um ponto de pressão muito fácil de reconhecer.  Mesmo durante uma digitação energética, o ruído que fazem se mantém discreto e tolerável.  Um excelente recurso é a iluminação do teclado, que custa 40 Euros adicionais, mas facilita a digitação sem importar as condições da iluminação ao redor seu (conveniente no trens, ônibus, avião, etc.).  Naturalmente, isto inclui uma coberta para o teclado resistente à água.

Trackpoint/Touchpad

Touchpad Setup
Touchpad Setup

Para mover o cursor pela tela, a Dell nos oferece duas opções aqui: trackpoint (aka pointstick) e touchpad.  Algumas coisas mudaram aqui desde o modelo anterior.  A cor das teclas mudou, bem como o fato de que o círculo de borracha do pointstick não é mais completamente preto.  O trackpoint funciona incrivelmente bem.  O trackpoint no Thinkpad T420 reagiu muito similarmente no teste.  Apenas a forma do trackpoint no Thinkpad é melhor (em nossa opinião).

O touchpas multi-touch mede 8x4,5 cm e possui uma boa superfície lisa.  As funções multi-touch podem ser configuradas se acordo a nossas preferências pessoais via software pré-instalado.  Os botões do touchpad também são confortáveis de usar, tendo a depressão correta e o clique quase silencioso.

Display

Wie wir testen - Display

O Dell Latitude E6420 vem com um de tipos de telas de 14 polegadas, ou seja, a tela mede 36 cm diagonalmente.  No web site da Dell, a configuração básica com uma tela LED tem uma resolução HD de 1366x768 pixels.  Este modelo pode ser atualizado para responder a gestos multi-touch por 70 Euros extras.  Para usuários que gostariam de ter mais janelas abertas ao mesmo tempo, também há uma tela HD+ disponível com uma resolução de 1600x900 pixels (+40 Euros). Esta era a tela no nosso modelo de teste e vale o preço, em nossa opinião.

Apenas de olhá-lo, você sabe que o brilho da tela é muito brilhante. Isto é confirmado por nossas medições de um máximo de 320 cd/m² no meio da tela e bastante alto para um portátil deste tipo.  O brilho médio da tela é um pouco mais baixo a 277 cd/m², a queda sendo atribuível principalmente às esquinas mais escuras da tela.  A distribuição do brilho atinge 79,7%.  Apesar de tudo, devido à muito brilhante tela, as diferenças na iluminação não pode ser detectada a olho nu.
O Lenovo Thinkpad T420 com uma tela HD+ brilha um pouco menos (máx. 223 cd/m²) mas tem melhor contraste (162:1) — análise chegando em breve.

Em breve teremos uma análise da versão da tela HD de menor resolução (1366x768) do E6420.  Também, em breve, chega uma analise do mais econômico Latitude E5420, também um portátil empresarial de 14 polegadas com uma tela HD.  Provavelmente a mesma tela é utilizada no E5420 como vem padrão para a série E6420.

278
cd/m²
263
cd/m²
255
cd/m²
280
cd/m²
320
cd/m²
279
cd/m²
269
cd/m²
291
cd/m²
264
cd/m²
Distribuição do brilho
Gossen Mavo-Monitor
Máximo: 320 cd/m² Médio: 277.7 cd/m²
iluminação: 80 %
iluminação com acumulador: 320 cd/m²
Contraste: 127:1 (Preto: 2.52 cd/m²)

Então, quão boa é a imagem da tela? Os pretos não parecem muito saturados e a imagem tem um tipo de tom frio de cores, ou seja, um tom azulado.  Medindo o nível de escuridão, obtemos um indesejável 2,52 cd/m².  Portanto, apesar do alto nível de brilho, a tela apenas consegue atingir uma baixa razão de contraste de  127:1 (brilho máx., centro da tela).

No que diz respeito ao espaço de cores (espectro de cores que podem ser reproduzidos), a Dell não está servindo nenhuma delicadeza, mas apenas o habitual. Nem o Adobe RGB nem o sRGB são cobertos.  A tela WXGA+ do modelo prececessor, o E6410, está quase no mesmo nível desta.  É a mesma história com a tela HD+ no Lenovo Thinkpad T420. Comparado com o Apple MacBook Pro 13 ou o Dell XPS 15, a variedade muito mais estrita de cores que pode ser reproduzida na tela é fácil de ver.

E6420 vs. sRGB
E6420 vs. sRGB
E6420 vs. Adobe RGB
E6420 vs. Adobe RGB
E6420 vs. E6410
E6420 vs. E6410
E6420 vs. T420
E6420 vs. T420
E6420 vs. MBP 13
E6420 vs. MBP 13
E6420 vs. XPS 15
E6420 vs. XPS 15

Enquanto ao uso do Latitude E6420 em movimento, a tela permanece suficientemente legível sem importar o ambiento que o rodeia.  A superfície mate da tela evita que os reflexos ofusquem a imagem e combinada com o alto brilho, oferece conteúdo sempre visível na tela, mesmo sob a luz direta do sol. 

Exteriores:
Exteriores:
Luz brilhando do lado
Luz brilhando do lado
Luz direta do sol
Luz direta do sol

A última coisa que testamos com respeito à tela foi o intervalo dos ângulos de visão. A imagem permanece sem distorções até ângulos suficientemente amplos olhando desde a esquerda e direita. Porém, há muito menos espaço de oscilação quando falamos de inclinar a tela para trás e para frente. O conteúdo da tela permanece facilmente legível durante muito trecho quando a tela é inclinada para baixo, mas ao inclinar para cima além do ângulo de visão ideal resulta rapidamente em uma imagem sobre-exposta e mais como um negativo da verdadeira imagem.  Durante a análise, tivemos que ajustar a inclinação freqüentemente para poder ver a tela com claridade.

Ângulos de visão Dell Latitude E6420
Ângulos de visão Dell Latitude E6420

Desempenho

O motivo pelo qual os portáteis empresariais de 14 polegadas são tão populares é provavelmente o equilíbrio entre portabilidade e desempenho.  Enquanto que os portáteis de 12 e 13 polegadas, normalmente estão restrito no seu hardware, os portáteis de 14 polegadas normalmente podem ser equipados com processadores padrão e até com placas de vídeo dedicadas.  O qual nos traz as configurações disponíveis  para este portátil: desde o mais fraco e econômico CPU Intel Core i3-2310M até o CPU quad-core i7-2720QM, a Dell coloca à disposição toda a linha de processadores Sandy Bridge para o Latitude E6420.

O case tem dois compartimentos para chips de RAM que podem agüentar um máximo de 8GB.  Preço: o custo pelo melhor hardware é de 194 Euros dependendo da configuração básica que você obtém com respeito a outras características (por exemplo, tela).

Systeminfo CPUZ CPU
Systeminfo CPUZ Cache
Systeminfo CPUZ Mainboard
Systeminfo CPUZ RAM
Systeminfo CPUZ RAM SPD
Systeminfo GPUZ
Systeminfo GPUZ
Systeminfo DPC Latency Checker
System Properties Dell Latitude E6420
Loja online Dell: "35W e 45W" NVS 4200M?
Loja online Dell: "35W e 45W" NVS 4200M?
Especificações Oficiais Nvidia
Especificações Oficiais Nvidia

Também existem muitas opções quando se trata da placa de vídeo.  Com a configuração básica, o CPU vem com uma placa de vídeo integrada Intel HD Graphics 3000.  Esta configuração deve ser suficiente para o trabalho típico de escritório.  Com demandas mais altas com respeito aos gráficos 3D ou software especial, você definitivamente pode se beneficiar da potência de uma placa de vídeo dedicada como a opcional placa de vídeo Nvidia NVS 4200M (Optimus).  A loja online da Dell torna as coisas um pouco confusas aqui: o NVS 4200M supostamente vem em duas versões, uma listada como "35W" e outra do mesmo preço listada como "512MB (45W)".  Falando pelo telefone com um representante da Dell, nos disseram que isso era um erro e que apenas a "35W" NVS está disponível para o E6420.  Esta era a versão da placa de vídeo no portátil que analisamos, mas as configurações Nvidia identificaram que, apesar de tudo, era como ter uma memória de vídeo de 512MB DDR3, que se acordo com o web site da Dell apenas está disponível na versão de "45W".

De acordo com as especificações oficiais da Nvidia, a NVS 4200M funciona com freqüência de (velocidade) de até 810 MHz, enquanto o processador supostamente pode atingir 1620 MHz.  No menu de propriedades do sistema do modelo que analisamos, as freqüências eram mostradas como 740/1480 MHz.  Isto parece indicar que uma versão reduzida do NVS 4200M estava instalada no modelo Dell Latitude E6420M que analisamos.  Durante o nosso teste de estresse do hardware, medimos uma temperatura de GPU de até 99°C, que parece ser alta para a versão de 45W da NVS 4200M funcionando com sua freqüência máxima (e isto parece coincidir com o que o representante da Dell nos disse pelo telefone sobre não haver uma versão de 45W disponível para o E6420).

Você pode encontrar mais detalhes sobre a Nvidia NVS 4200M em nossa Comparação de Placas de Vídeo Móveis.

Desempenho do Sistema

Em nossa configuração analisada há um Intel Core i3-2310M, o menos dos CPUs Sandy Bridge disponíveis, junto com a Nvidia NVS 4200M ("35W"). O desempenho do CPU realmente poderia ter sido melhor.  De acordo com as medições em análises anteriores, mudar de um CPU i3-2310M para um CPU 2630QM — mantendo todo o resto do hardware o mesmo — resulta em um pulo de cerca de 45% na pontuação geral no benchmark PCMark Vantage (64 bit).  Em termos das razão de preço/desempenho, o i5-2410M e i5-2520M fornecem o maior valor pelo seu dinheiro.

O nosso Dell Latitude E6420 conseguiu uma pontuação geral de 5534 pontos, testado com o perfil de "alto desempenho".  Isto posiciona o portátil num ponto médio na nossa base de dados, colocando-o no mesmo nível de um Lenovo T410 (620M/NVS 3100M) e o Acer Travelmate 8472TG (350M/GT330M).  Quando equipado com um CPU i7, a pontuação do Latitude E6420 dispara-se para 8000 pontos no PCMark Vantage.  Para uma grande melhoria no desempenho  de aplicativos, escolher um Solid State Drive (SSD) poderia ser uma excelente decisão, a qual poderia quebrara facilmente a barreira dos 10.000 pontos no PCMark Vantage.  O melhor exemplo disto é o Thinkpad T410s (580M/NVS 3100M), que atingiu impressionantes 10926 pontos quando equipado com um SSD.

Ajustes de Economia de Energia Dell Control Point
Ajustes de Economia de Energia Dell Control Point

Por falar em desempenho, estávamos curiosos em testar um nova opção no software “Control Point” da Dell chamada de "Ultra Performance", que parece “reduzir o afogamento do CPU” enquanto aumenta a velocidade do ventilador.  Não conseguimos medir muito bem o efeito, porém, considerando os resultados do teste não foi muito diferente sob o perfil "Ultra Performance" e como o CPU Intel Core i3-2310M não possui a função Turbo Boost. 

CB10 1xCPU – Alto Desempenho
CB10 1xCPU – Alto Desempenho
CB10 1xCPU - Alto Desempenho
CB10 1xCPU - Alto Desempenho
CB10 XxCPU - Alto Desempenho
CB10 XxCPU - Alto Desempenho
CB10 XxCPU - Alto Desempenho
CB10 XxCPU - Alto Desempenho
PCMark Vantage Result
5534 pontos
Ajuda
5.6
Índice de Experiência Windows 7
Processador
Cálculos por segundo
6.4
Memória (RAM)
Operações de memória por segundo
5.9
Gráficos
Desempenho da Área de Trabalho para Windows Aero
5.6
Gráficos de jogos
Gráficos 3D empresariais e de jogos
6.4
Disco rígido principal
Velocidade de transferência de dados de disco
5.9

Desempenho do CPU

Já é bem sabido do que é capaz o Intel Core i3-2310M.  Com uma freqüência base de 2100 MHz, o chip não possui a interessante função Turbo Boost de seus primos i5 e i7, mas graças ao Hyper-Threading ainda pode simular dois núcleos virtuais adicionalmente a seus dois núcleos reais, e com isso faz com que os aplicativos otimizados para multicore funcionam muito mais rápido.  O desempenho do CPU é parecido ao de antigos processadores  Penryn “topo de linha” (P9600) e em alguns momentos pode até ultrapassar alguns dos processadores AMD mais potentes da atualidade (N640, N660).

Os resultados dos benchmarks Cinebench Rendering são como se esperavam para o CPU.  Se o software que você está usando requer um melhor desempenho do CPU, é melhor considerar um CPU i5 ou i7: software que exige muito do CPU (cálculos complexos, máquinas virtuais, etc.). 

Cinebench R10 Rendering Single 32Bit
2760
Cinebench R10 Rendering Multiple CPUs 32Bit
6193
Cinebench R10 Shading 32Bit
4836
Cinebench R10 Rendering Single CPUs 64Bit
3399 Points
Cinebench R10 Rendering Multiple CPUs 64Bit
7466 Points
Cinebench R10 Shading 64Bit
4471 Points
Cinebench R11.5 OpenGL 64Bit
15.57 fps
Cinebench R11.5 CPU Multi 64Bit
2.03 Points
Ajuda

Desempenho do GPU

Vamos permanecer com os benchmarks Cinebench, que adicionalmente ao Teste de rendering do CPU também tem um teste de desempenho OpenGL para verificar o desempenho da placa de vídeo utilizada aqui.  No teste de shading Cinebench R10 64bit, o nosso portátil conseguiu 4471 pontos. Pontuações neste intervalo são muito populares em nossa base de dados, sendo similares os GPUs como o ATI Mobility Radeon HD 5650 e a Nvidia NVS 3100M (Thinkpad T510 – 4563 pontos e T410s com 4445 pontos).

A Nvidia NVS 4200M não representa realmente um milagre na frente CAD, o qual é confirmado pelo benchmark SPEC Viewperf 11.  Quase qualquer valor resultante colocava o GPU abaixo da média, apenas na frente do NVS 3100M.  O Quadro FX ou FirePro graphics podem ganhar por muitas rodadas o NVS 4200M.

O teste de desempenho não estaria completo sem a pontuação 3DMark.  Com 4601 pontos no teste 3DM 2006 (1280x1024), o GPU aqui está no mesmo nível da Geforce 320M e a GT 130M.  Curisosamente, a nossa base de dados mostra que até a placa de vídeo integrada HD Graphics 3000 da Intel algumas vezes atinge a marca dos 4000 pontos, dependendo da configuração de hardware que temos e mãos.

SPEC Viewperf 11
SPEC Viewperf 11
3DMark 05 Standard
9189 pontos
3DMark 06 Standard
4601 pontos
3DMark Vantage P Result
2231 pontos
Ajuda
Seagate Momentus 7200.4 ST9250410AS
Velocidade de Transferência Mínima: 37.9 MB/s
Velocidade de Transferência Máxima: 103.2 MB/s
Velocidade de Transferência Média: 79.6 MB/s
Tempo de Acesso: 18.2 ms
Índice de Explosão: 74.4 MB/s

Desempenho do Disco Rígido

Para um portátil empresarial como o Latitude E6420, naturalmente há muitas opções disponíveis com respeito ao disco rígido.  No web site da Dell, eles anunciam HDs convencionais com velocidades de rotação de 5400 RPM e 7200 RPM, bem como solid state drives (SSDs) com uma capacidade de até 256GB.  Em termos de desempenho, não há dúvida que um SSD é a melhor alternativa, mas estes vem com um preço alto.  A Dell lista o SSD de 128GB com um preço de 330 Euros extras, enquanto que o SSD de 256GB custaria 650 Euros adicionais no topo do preço inicial na loja online da Dell.  O modelo particular de SSD não é mencionado no web site, o qual é preocupante, pois os SSDs podem diferir muito consideravelmente em suas razões de preço/desempenho.  Os SSDs mais velozes, como o OCZ Vertex 3 (clique aqui para ver sua análise) e o Intel Elmcrest série 510 custa 500 Euros por um modelo de 240GB-250GB.  Tomando isto em conta, os preços estabelecidos pela Dell parecem exorbitantes e trocar o disco rígido você mesmo pode ser a melhor opção.

O Seagate ST9250410AS em nosso portátil de teste tem uma capacidade de 250GB e uma velocidade de rotação de 7200 RPM.  Seu desempenho em nossos benchmarks não é uma surpresa, mas seu zumbido foi constantemente audível e a cabeça de leitura pareceu fazer alguns barulhos fortes quando recolhia informação.

ST9250410AS in E6420
ST9250410AS in E6420
HDTune
HDTune
Crystaldiskmark
Crystaldiskmark

Desempenho dos Jogos

Wie wir testen - Leistung

Homens de negócios da escola antiga poderão sacudir suas cabeças com os seguintes parágrafos, mas ainda queremos ver como a placa de vídeo Nvidia NVS 4200M pode lidar com alguns dos jogos mais novos.  Nossas expectativas de forma alguma são altas, mas depois de um dia de trabalho pesado, será que você poderá usar este portátil para relaxar construindo uma cidade, correndo pela lama ou jogar um jogo de futebol?

Nós jogamos três jogos no Dell Latitude E6420.  Primeiro experimentamos o Anno 1404 — que não víamos em anos, mas ainda é muito bom — e funcionou fluentemente com ajustes gráficos baixos, o qual não acontece com a resolução e gráficos ajustados em alto.  O veredicto é que você deve fazer um compromisso entre gráficos e desempenho.
O mesmo acontece com o Dirt 2 do Colin McRae.  Com a resolução e gráficos ajustados o suficientemente baixo o jogo funciona fluentemente.  Mais uma vez, ajustando os gráficos em alto, como ativando o DirectX11, resultará apenas num vídeo intermitente.
Você não tem que sacrificar tanto nos gráficos com o Fifa11.  O clássico jogo de futebol, que é muito eficiente com os recursos, pode ser jogado inclusive em HD (1366x768) enquanto mantém um índice de quadros suficientemente fluido.

baixo média alto ultra
Anno 1404 (2009) 100.712.9fps
Colin McRae: DIRT 2 (2009) 43.219.1fps
Fifa 11 (2010) 108.674fps

Emissões

Ruído do sistema

Com uso leve, como quando executa programas simples de escritório, o Dell Latitude permanece discreto no fundo, mas ainda é audível.  Um pequena porção do ruído é atribuível ao disco rígido de 7200 RPM, o zumbido do qual é fácil de escutar.  Porém, isso não é tudo.  Cada vez que o disco rígido requer uma porção de dados, você ouve este barulho, o qual pode ser irritante em um ambiente silencioso.  De vez em quando, sob uso leve, escutamos que o ventilador começa a zumbir a medida que toma velocidade e expulsa o ar quente para fora do case.

Sob uso pesado, particularmente usando o benchmark 3DMark 2006, medimos níveis de ruído de até 39,6 dB(A).  No teste de estresse, ou seja, com CPU e GPU a 100% de carga, o ruído chega a quase 42,9 dB(A).  O perfil de "Ultra Performance" mencionado antes empurra o nível de ruído ainda mais alto a um máximo de 44,0 dB(A) durante o teste de estresse. 

Barulho

Ocioso
31.9 / 31.9 / 34.2 dB
HDD
32.7 dB
DVD
37.4 / dB
Carga
39.6 / 42.9 dB
 
 
 
30 dB
silencioso
40 dB(A)
audível
50 dB(A)
ruidosamente alto
 
min: dark, med: mid, max: light   Voltcraft sl-300 (15 cm de distância)
Teste de Estresse
Teste de Estresse

Temperatura

Mesmo após várias horas de uso leve de escritório, as superfícies do Dell Latitude E6420 permanecem confortáveis ao toque.  Somente o cenário do pior caso tanto com o GPU e CPU funcionando na capacidade máxima durante mais de uma hora faz com que a temperatura atinja 37°C ao lado do teclado e 41°C na parte inferior do case, o qual não é incrivelmente quente.  No entanto, o hardware  dentro não permanece muito frio.

Após uma hora do teste de estresse (100% de carga no CPU e GPU), medimos 84°C para o CPU e um crítico 99°C para a placa de vídeo.  O potencial de esfriamento do GPU neste ponto também não parece muito alto.  Considere o que poderia ocorrer a um modelo do Latitude E6420 equipado com um dos novos processadores quad-core i7 que possuem um TDP de 45W—10W a mais que os CPUs dual-core.  Além de tudo isso, devido a um possível erro na descrição do GPU, a loja online oferece placas de vídeo com TDP de 45W, como o portátil poderia ser esfriado o suficiente com um hardware tão poderoso?  A configuração particular do modelo (i3-2310M / NVS 4200M – "35W") já atingiu seu limite com respeito à placa de vídeo.  As freqüências do GPU e CPU permanecem estáveis durante o teste inteiro sem afogamentos observados.  Isto nos leva a concluir que a ferramenta CoreTemp deve ter registrado a temperatura de forma errada.

Carga Máxima
 37.6 °C33.6 °C30.4 °C 
 35.7 °C34.1 °C30.9 °C 
 29.8 °C31.8 °C28.2 °C 
Máximo: 37.6 °C
Médio: 32.5 °C
32.7 °C36.6 °C40.5 °C
33.2 °C35.9 °C41 °C
30.8 °C33 °C33.5 °C
Máximo: 41 °C
Médio: 35.2 °C
alimentação elétrica  49.7 °C | Temperatura do quarto 21.8 °C | Raytek Raynger ST

Alto falantes

Ficamos agradavelmente surpreendidos com o alto falante individual neste portátil.  Apesar de que o Dell Latitude E6420 esteja equipado apenas com um alto falante (veja a imagem com a parte inferior do case aberta), ficamos suficientemente satisfeitos com a qualidade de som resultante. Não encontramos configurações do controlador.  Ainda há a possibilidade de um problema de contato elétrico escondendo um alto falante.

A qualidade do som do alto falante foi decente e pôde fornecer uma boa qualidade de som com o potencial segundo alto falante funcionando quando considera as expectativas de um portátil empresarial como o Dell Latitude E6420.

Duração da Bateria

Dois fatores são os principais responsáveis  pela duração da bateria do portátil: um é a capacidade da bateria e  outro é o consumo de energia do sistema sob vários níveis de estresse.
Com o Dell Latitude E9240, você tem algumas opções quando se trata da bateria: a menor é uma bateria 4 células com uma capacidade de 40Wh, depois está uma bateria de 6 células com uma capacidade de 60Wh, uma bateria de 9 células com uma capacidade de 87Wh e uma garantia de 3anos e finalmente uma bateria de  9 células com uma capacidade de 97Wh — esta era a bateria no modelo que analisamos.  Os 60 Euros extras (sem IVA) pela bateria de 6 células pode ser algo que você gostaria de considerar para o uso em movimento.  Além disso, a Dell menciona a opção de uma bateria de reserva, também com 97Wh, como a segunda bateria (30Wh) instalada ao mesmo tempo que a primeira a tomando o lugar do DVD drive.  Dependendo de suas necessidades e da quantidade de dinheiro que você deve gastar, você é o chefe!

A bateria de 97Wh do nosso modelo foi sujeita ao teste BatteryEater Reader: mínimo brilho da tela, wifi/bluetooth desativados e o perfil "Economizador de Energia " ativado (que supostamente simula a situação do usuário lendo um documento na tela).   O resultado foi de altos 741 minutos, ou seja, mais de 12 horas.  A computação do OpenGL do teste BatteryEater Classic simula o uso pesado: máximo brilho da tela, wifi/bluetooth ativados e o perfil "alto desempenho" ativado.  Aqui você pode contar minutos, um decente duração de bateria.

Navegando pela web (suficiente brilho da tela, perfil "Economizador de Energia"), o portátil agüentou cerca de 530 minutos com energia da bateria.  Isto significa que você pode ter um dia inteiro de trabalho com energia da bateria com este portátil se tiver em conta o brilho da tela e ajustes de economia de energia.

Tempo de Execução da Bateria
Ocioso (sem WLAN, min brilho)
12h 21min
Navegar com WLAN
8h 50min
DVD
4h 10min
Carga (máximo brilho)
2h 45min

Além da bateria de 9 células (cerca de meio quilograma) contribuindo para a longa duração da bateria, também temos que agradecer o baixo consumo de energia do sistema.  Particularmente durante tarefas de escritório pouco exigentes, o portátil não contribui quase nada para a conta da energia elétrica.  Consumindo apenas 7-13W de energia é possível atingir as durações mencionadas anteriormente.  Um dos principais responsáveis por isto é a tecnologia de alternação entre placas de vídeo, Optimus da Nvidia, que ativa automaticamente a HD Graphics 3000 integrada e desliga o GPU NVS 4200M sob baixas demandas do sistema.  O usuário não percebe quando isso acontece.

Son uso pesado, o consume de energia aumenta para 49,3W durante o suo combinado do CPU e GPU (3DMark) atinge até 67,3W no teste de estresse (CPU e GPU a 100% de carga).  O adaptador de energia de 90W não tem problemas com isto.

Consumo de energia
desligadodarklight 0.1 / 0.1 Watt
Ociosodarkmidlight 7 / 10.6 / 13 Watt
Carga midlight 49.3 / 67.3 Watt
 color bar
Key: min: dark, med: mid, max: light        Voltcraft VC 940

Veredicto

Dell Latitude E6420
Dell Latitude E6420

É verdade que a nossa emoção já tinha ido e voltado no momento em que os nossos fóruns se tornaram o cenário de um debate quente sobre o novo design do Latitude.  E embora muitas opiniões continuem se chocando durante anos sobre qual tem melhor aparência, o novo ou o antigo, a Dell criou um ótimo case em termos de acabamento, solidez e sensação.  O design do case é harmonioso (magnésio-alumínio e oferece uma sensação de primeira.

O posicionamento das entradas é muito conveniente, a maioria das entradas transferidas para perto das esquinas do case.  No entanto, a variedade de entradas no E6420 ainda deixa algumas coisas a desejar: o conector combinado para fones/microfone não é compatível com a maioria dos fones existentes (conectores separados), um adaptador USB 3.0 pode ser conectado opcionalmente para substituir o DVD drive (ou conectado através de um adaptador ExpressCard).  E para conectar um monitor externo somente há uma forma de proceder, HDMI.

Para a provável frustração dos atuais usuários Latitude, a disposição do teclado foi modificada, as teclas estão um pouco mais amontoadas.  A sensação da digitação no teclado é excelente e o multi-touch pad funciona perfeitamente.

A tela em nosso modelo de teste era a versão de maior resolução HD+, que é útil para manter muitas janelas abertas na tela ao mesmo tempo.  A brilhante tela mate faz possível o uso do portátil em exteriores, mesmo sob a luz direta do sol.  No lado negativo, o deficiente contraste da imagem e reduzidos ângulos de visão vertical podem ser frustrantes.

Em termos de seu desempenho, o portátil de escritório de 14 polegadas deixa pouco a desejar. CPUs tão potentes quanto processadores quad-core Sandy Bridge da Intel e a opcional placa de vídeo dedicada Nvidia NVS 4200M permite uma ampla gama de usos.   Mas deve ter cuidado, o Latitude não consegue lidar muito bem com projetos CAD mais avançados — a série Precision é melhor para isso.

O nível do ruído do sistema e temperatura sob o uso de escritório leve é aceitável. No entanto, sob uso pesado, o GPU não pode manter-se muito frio.  Mesmo assim, esta situação não surgirá durante o trabalho de escritório do dia a dia. 

Uma das grandes fortalezas do Dell Latitude E6420 é sua potencial duração da bateria. Com a bateria de 9 células, é possível realizar todo o trabalho do dia sem ter que carregar a bateria do portátil — dependendo dos aplicativos que estiver usando.

Tudo depende se suas necessidades e preferências individuais para saber se o Latitude E6420 é o adequado para você.  A concorrência, na forma do Lenovo Thinkpad T420 e HP Elitebook 8460p, podem ser duros concorrentes para o Latitude e suas análises estarão prontas em breve.

Werbung
Em Análise: Dell Latitude E6420
Em Análise: Dell Latitude E6420

Especificações do portátil

Dell Latitude E6420 (Latitude E6420 Serie)
Processador
Placa gráfica
NVIDIA NVS 4200M - 510 MB, Análises do: 740 MHz, Memoría: 800 MHz, Forceware 266.96
Memória
4096 MB 
, PC3-10700,2x2048MB, máx. 8192MB
Pantalha
14 polegadas 16:9, 1600x900 pixel, SEC544B, LED TFT, Brilhante: não
Disco rígido
Seagate Momentus 7200.4 ST9250410AS, 250 GB 
, 7200 rpm
Placa de Som
HD Audio
Conexões
1 Express Card 54mm, 4 USB 2.0, optional USB 3.0, 1 VGA, 1 HDMI, optional Modem, 1 Kensington Lock, 1 eSata, Conexões Audio: conector combinado microfone/fones, Card Reader: Leitor de cartões SD, 1 eSata, optional Leitor de Impressões Digitais
Funcionamento em rede
Intel 82579LM Gigabit Network Connection (10/100/1000MBit), Intel Centrino Advanced-N 6205 (a/b/g/n), Bluetooth 3.0 optional, opcional
Unidade ótica
TSSTcorp CDDVDW TS-U633J
Tamanho
altura x largura x profundidade (em mm): 32 x 352 x 241
Bateria
97 Wh Lítio-Ion, 11,1V 8,55Ah
Sistema Operativo
Microsoft Windows 7 Professional 64 Bit
Camera
Webcam: HD Webcam
Características adicionais
36 Meses Garantia
peso
2.67 kg, Suprimento de energia: 440 g
Preço
1519 Euro

 

Portáteis Similares

Portáteis com o mesmo GPU e tamanho de tela

Portáteis com o mesmo GPU

Análise do Portátil Samsung 200B5B-S01DE
NVS 4200M, Core i3 2310M, 15.6", 2.49 kg

Portáteis com o tamanho de tela e peso

Breve Análise do Portátil Dell Latitude 5580 (Full-HD, i5-7300U)
HD Graphics 620, Core i5 7300U, 15.6", 2.2 kg
Breve Análise do Portátil Dell Latitude 5580 (i5-7200U, HD)
HD Graphics 620, Core i5 7200U, 15.6", 2.179 kg
Breve Análise do Portátil Dell Latitude 7480 (7600U, FHD)
HD Graphics 620, Core i7 7600U, 14", 1.516 kg
Breve Análise do Portátil Dell Latitude 7280 (7600U, FHD)
HD Graphics 620, Core i7 7600U, 12.5", 1.3 kg
Breve Análise do Portátil Dell Latitude 5480 (7600U, FHD)
HD Graphics 620, Core i7 7600U, 14", 1.776 kg

Links

Compare Preços

Pro

+Case incrivelmente sólido
+Design metálico de alta qualidade
+Muito bom acabamento e excelente sensação
+Entradas posicionadas convenientemente
+Muitas opções disponíveis para acessar à Internet
+Ampla garantia
+Dispositivos de entrada confortáveis
+Teclado iluminado
+Tela muito iluminada
+Muito personalizável
+Longa duração de bateria possível
 

Contra

-Sem Displayport e USB3.0
-Baixo contraste da tela
-Ângulos de visão verticais limitados
-Possível alta temperatura do GPU

Resumindo

Do que gostamos

Embora sua aparência possa ser questão de gosto, a solidez, o acabamento e a sensação do case do Latitude E6420 são de primeira classe.

O que gostaríamos de ver

Entrada USB 3.0 e um Displayport.  Esta seria uma boa maneira de se distinguir do mais econômico E5420.

O que nos surpreendeu

O novo caminho pelo qual a Dell esta levando o design de seus portáteis empresariais.  A Dell os faz curvos, a HP mantém as pontas agudas e aquela velha história com a Lenovo.

A concorrência

O Lenovo Thinkpad T420, HP Elitebook 8460p. Podemos recomendar inclusive o Acer Travelmate 8472TG, embora relutantemente.

Ratings

Dell Latitude E6420 - 04/02/2011 v2(old)
J. Simon Leitner

Acabamento
96%
Teclado
90%
Mouse
88%
Conectividade
80%
Peso
78%
Bateria
93%
Pantalha
70%
Desempenho do jogos
70%
Desempenho da aplicação
88%
Temperatura
87%
Ruído
83%
Impressão
88%
Médio
84%
86%
Office - Médio equilibrado
Please share our article, every link counts!
> Análises e revisões de portáteis e celulares > Análises > Análises > Arquivo de análises próprios > Análise do Portátil Dell Latitude E6420
J. Simon Leitner, 2011-05- 6 (Update: 2013-06- 6)