Notebookcheck

Análise do Mini-Portátil Sony Vaio VGN-P11Z/R

"Não o chamem de um netbook!“

Sony lançou um "PC system" de um tipo especial com o Vaio VGN-P11Z. O fabricante alega que não se trata de um netbook no release para a imprensa. "Não o chamem de um netbook!" Foi declarado então.
Ele certamente pertence a classe dos mini-notebooks, visualmente e por suas proporções. A conectividade reservada e  o tamanho da tela são atributos que sugerem um netbook. Até mesmo o hardware presente é parcialmente identico ao de um netbook. Porque então não chamar simplesmente o aparelho de um netbook?

Sony Vaio VGN-P11Z/R

Essa questão não é simples de responder. Mesmo que tudo aponte para isso a primeira vista, existem algumas coisas que distinguem ou mesmo fazem o Sony Vaio VGN-P11Z "especial" ou diferente dos produtos dos competidores, não interessando se eles são netbooks ou subnotebooks. Nós iremos resaltar essas particularidades na análise a seguir, assim como seus pontos fortes e fraquezas, no nosso teste do aparelho da Sony.
O fabricante trata a série Vaio P com uma assinatura própria na homepade deles e classifica o seu produto destaque, o VGN-P11Z, como um "PC estilo de vida ultraportátil"

Case

Cores disponíveis

A primeira particularidade da nova séria Vaio P é certamente a forma do case do aparelho, que não é muito maior que um envelope comprido. Com as medidas de 245x120x19.8 millímetros (largura x profundidade x altura) o Sony Vaio VGN-P11Z se distingue bastante dos outros netbooks no mercado. Não apenas ele tem um novo jeito com menos de dois centímetros de altura que é um formato muito esbelto, mas especialmente por causa da sua profundidade de 120 millímetros e além disso leva uma considerável vantagem em relação aos competidores que é o peso  de meros 0.638 kilos incluindo a bateria. O fabricante, Sony, fez um ótimo trabalho no que se refere a minituarização.

A profundidade do case de exatos 120 millímetros provavelmente não é uma coincidência. Advinhe qual é a largura comum do bolso interno de um casaco esportivo? – Bingo. Um pouco mais que 12 centímetros. O Vaio P11 se ajeita bem e pode ser carregado lá sem maiores problemas. Mas deve-se notar que  no bolso por muito tempo, mesmo pesando um pouco mais que 600 gramas, o notebook acaba pesando muito para isso.

A série Vaio P não chama a atenção apenas pelas suas proporções, mas especialmente por causa do seu estilo visual com um acabamento polido de alto brilho e em quatro cores diferentes. Primeiro temos o Sony Vario P nas clássicas cores de preto (VGN-P11Z/Q) e branco (VGN-P11Z/w), que o fabricante chama criativamente de Preto Ébano e Branco Marfim. Para os consumidores que quiserem mais cor, o PC ultraportátil também está disponível em vermelho vinho (VGN-P11Z/R) e verde (VGN-P1Z/G), que são chamados de Vermelho Vulcão e Verde Floresta pela Sony. Nosso modelo de teste era um Vermelho Vulcão, que nos agradou completamente. Muito chique e elegante, e especialmente pequeno e compacto.

Nós não tivemos nenhuma razão para reclamar do case no que diz respeito a estabilidade do case e também no acabamento do VGN-P11Z/R. As beiradas são limpas e bem polidas, os cantos são arredondados e os componentes de alta qualidade são montados sem falhas. Nós não percebemos nenhum ruído de estalo quando manuseando o case do pequeno companheiro eletrônico. Possíveis pontos fracos, como por exemplo o descanso de pulso, que podem ceder um pouco quando pressionados, não ocorrem devido a construção esguia do PC ultraportátil. Apenas a parte traseira da tela cedeu um pouco, o que nem merece ser mencionado.

No lugar disso você deve se ater principalmente a alta qualidade do acabamento, que é bastante sucetível a digitais por um lado e por outro também deve ser protegido contra danos através de um saco de transporte. Que, para um grande desaponto dos potenciais compradores, não é incluído e pode/deve ser encomendado a Sony. Definitivamente não faltam acessórios para o VGN-P11Z – por um preço, é claro.

Uma outra particularidade através da qual a série Sony Vaio P se distingue da grande massa é sua tela de 8 polegadas de resolução UWXGA, que é segurada no lugar através de duas pequenas dobradiças. Mais detalhes sobre a tela depois. Adicionalmente o PC ultracompacto também não possui nenhum mecanismo de fechamento.

Conectividade

A bateria ocupa quase toda a parte traseira
A bateria ocupa quase toda a parte traseira

O Sony VGN-P11Z apresenta apenas as conexões mais necessárias. A carcaça pequena não oferece muito espaço para muitas interfaces. As conexões, que o muito compacto VGN-P11Z possui, são bem distribuidas e facilmente acessíveis.

Ao lado do botão de ligar e interruptor WLAN, temos uma entrada de cartão SDTM como também uma conexão separada para Memory StickTM Duo e Memory StickTM PRO Duo, adequadas para transferencia de dados de alta velocidade, que são encontradas na parte da frente.

No lado direito temos o lugar para um plug USB e também uma conexão replicadora de entrada que serve para, por exemplo conectar o dongle incluído, através do qual a Sony extende os conectores disponíveis com uma LAN adicional e uma conexão de saída VGA. O conector de rede assim como a porta VGA funcionam perfeitamente. Uma 22 polegadas widescreen TFT pode ser usada sem nenhum problema com uma resolução máxima de 1680x1050.

O lado esquerdo é ocupado pela entrada de energia, uma entrada USB extra e uma saída de aúdio para conectar fones de ouvido.

O lado traseiro é livre de qualquer possibilidade de conexão, contudo, porque a bateria usa toda a extensão da parte detrás do VGN-P11Z.

Left side: Power socket, USB, audio (headphones)
Left side: Power socket, USB, audio (headphones)
Right side: USB, Port Replicator Interface
Right side: USB, Port Replicator Interface
Front side: WLAN switch, SD Card Reader, Memory Stick Duo
Front side: WLAN switch, SD Card Reader, Memory Stick Duo
Front side: Power switch
Front side: Power switch

Como está se tornando um padrão comum, o computador ultraportatil da Sony também tem uma webcam Motion Eye, que é encontrada no canto superior direito da tela, e com a qual é possível se fazer vídeo conferências. 

O Sony Vaio VGN-P11Z também tem um Bluetooth 2.1 + EDR e um UMTS/HSDPA(3G) além de uma LAN e WLAN 8.2.11 b/g/n (Atheros AR928X Adaptador de Rede sem Fio). Graças a tecnologia 3G-WWAN Vaio "Everywair" integrada, você será capaz de surfar nai nternet em qualquer lugar do mundo com a série Vaio P, com uma recepção 3G adequada e um plano de dados contratado, é claro.

Nosso exemplar de teste tinha um disco rígido de 60 GB com 4200 rotações por minuto da Toshiba (MK6028GAL ATA Device) como armazenamento de massa, que contém uma proteção de choque para disco rígido (G-Sensor HDD® Shock Protection).

Dispositivos de Entrada

O Sony também varia em comparação com os competidores no que diz respeito aos dispositivos de entrada. Apesar do tamanho pequeno e da pouca profundidade, o VGN-P11Z tem um muito generoso teclado. O telcado da série P torna o teclar com ambas as mãos possível sem problemas. Digitar se mostra bem agradável, mesmo se nos pensarmos que o ponto em que as teclas respondem se mostra algo lerdo. Nós estamos de longe bem satisfeitos com o layout do teclado. Nós achamos que apenas a tecla de shift direita se mostrou muito pequena. Nós frequentemente digitamos a tecla de seta, a direita da tecla shift no teste prático. Contudo, com alguma prática isso não deve ser um grande problema.

Um touchpad como um substituto de um mouse não pode ser encontrado porque o Sony Vaio VGN-P11Z não tem descansos de pulso. No lugar, o PC ultraportátil tem um pointstick (Alps StickPointer para o Vaio) para navegar o cursor do mouse. mas nossas dúvidas iniciais felizmente se evaporaram após um certo período de acomodação. Mesmo que você "empurre demais" o botão nas primeiras tentativas, pouco a pouco você adquire um melhor senso para esse bastão pequeno, que se encontra no meio do teclado.


Ele reage de maneira surpreedentemente muito boa e com a habilidade certa é também muito preciso. O pointstick também pode executar o clique esquerdo do mouse.. De forma alternativa o VGN P11Z tem, é claro, dois botões cromados de mouse finos e alongados, diretamente em frente ao teclado.

PointStick
PointStick
Teclado
Teclado

Tela

Uma das particularidades do novo Vaio é sem sombras de dúvida a tela de extrema alta resolução UWXGA de um aparelho com meras 8 polegadas de tamanho. Essa tem um LCD X-black com tecnologia LED e pode mostrar imagens de alta resolução muito claras e com uma resolução máxima de 1600x768 pixels na tela.

Como tudo é mostrado a cada minuto através de alta resolução em uma superfície comparativamente pequena, muitos certamente irão ter seus problemascom ela e muitos poderão achar que é um fator decisivo para a compra do VGN-P11Z. De qualquer forma ela nos agradou.

No início nós tivemos nossas dúvidas se a Sony não teria exagerado e ido longe demais com a tela, mas após um pequeno período de acomodação você se acostuma a ótima resolução. De qualquer forma se o conteúdo for muito pequeno, você pode acertar as coisas com a lente de aumento integrada ou a função de zoom.

Infelizmente o VGN-P11Z tem uma tela reflexiva, que proporciona vantagens quanto a qualidade das cores, mas torna o uso externo, apesar do brilho satisfatório da tela, bastante difícil.

Uma falha adicional da tela é a iluminação algo inconstante. O ponto mais brilhante que nós detectamos pode ser encontrado na área superior do meio com 252.4 cd/m2. No canto inferior direito nós conseguimos medir meros 185.7 cd/m2. Como você pode perceber por essa avaliação, a iluminação da tela é muito boa na parte superior e diminui consistentemente na parte inferior.

No geral a tela de meras oito polegadas nos deixou uma boa impressão, apesar do escorregão no que diz respeito a iluminação.

 

243
cd/m²
252.4
cd/m²
228.9
cd/m²
235.6
cd/m²
215.8
cd/m²
208.6
cd/m²
190.3
cd/m²
192.4
cd/m²
185.7
cd/m²
Distribuição do brilho
Máximo: 252.4 cd/m² Médio: 217 cd/m²
iluminação: 74 %
Contraste: 166:1 (Preto: 1.3 cd/m²)

Não temos muito a se reclamar no que se refere a estabilidade do ângulo de visão. Especialmente o ângulo de visão horizontal é particularmente generoso. Já no plano vertical ele já não parece assim tão bom, mas permite uma certa liberdade, de qualquer forma.

 

Imagem de Referência
Estabilidade do Ângulo de Visão
Estabilidade do Ângulo de Visão
Estabilidade do Ângulo de Visão
Estabilidade do Ângulo de Visão
Estabilidade do Ângulo de Visão
Estabilidade do Ângulo de Visão
Estabilidade do Ângulo de Visão
Estabilidade do Ângulo de Visão

Performance

Uma CPU Z520 Atom com 1.3 GHz de clock da Intel, dois GB de RAM (1x2048 MB DDR-2 onboard), um disco rígido de 60 GB com 4200 rotações e um chip acelerador gráfico móvel Intel Graphics Media Accelerator 500 são a base da sua performance.

Apesar de nós estarmos bem satisfeitos com o Sony VGN-P11Z até agora, no que diz respeito a performance oferecida ele parece bem desolado. Nesse momento os resultados do benchmark não são tão importantes como coisas fundamentais como por exemplo a inicialização do sistema operacional, abrir o navegador ou mesmo um arquivo, copiar, etc. O Sony VGN-P11Z não parece bem, infelizmente.

Uma inicialização do sistema pode levar bons cinco minutos ou mais. Algumas esperas curtas também foram percebidas iniciando o Explorer ou mesmo abrindo um arquivo, o que torna o sua execução fluida bem complicada.

Nós acreditamos que isso é devido a uma desafortunada escolha do hardware em combinação com o sistema operacional usado. O processador empregado Atom Z520 com meros 1.3 GHz de clock pode ser econômico, mas a CPU é facilmente bastante ocupada ate com tarefas simples então o sistema fica estagnado até que o processo termine. O dsico rígido fraco com apenas 4200 rotações por minutos provavelmente tem parte na lconduta letargica do VGN-P11Z, tanto quanto o pesado sitema operacional Windows Vista.

Um disco rígido mais rápido ou mesmo um SSD, uma CPU mais eficiente ou até o uso do já bem testado Windows XP poderia ter levado a algo melhor. Uma alternativa poderia ser, é claro, o Linux como sistema operacional.

Trabalhar com o aparelho na situação atual pode ser tornar uma provação. Aqueles que não se incomodam com essas coisas "menores" irão aproveitar o VGN P11Z. O PC ultracompacto da Sony é capaz de surfar na internet, escrever mails ou cartas, aplicações de escritório ou mesmo tocar música, mas com as interrupções mencionadas.

Nós também tivemos problemas com os resultados do teste de benchmark. O PcMark05 foi interrompido no meio, e mais de uma vez, Mas aqueles que quiserem tocar arquvos multimidia felizmente não tem que esperar até o Windows Vista seja iniciado, mas você pode acessar os arquivos diretamente através do sistema operacional instantaneo Xross Media Bar .

Sys Info
Sys Info
Sys Info
Sys Info
Sys Info
Sys Info
Informações do Sistema Sony Vaio VGN-P11Z
3DMark 2001SE Standard
1141 pontos
3DMark 03 Standard
4113 pontos
Ajuda
Cinebench R10
 ConfiguraçõesValor
 Rendering Single 32Bit431 Points
 Rendering Multiple CPUs 32Bit635 Points
 Shading 32Bit22 Points
60 GB - 4200 rpm
Velocidade de Transferência Mínima: 5.3 MB/s
Velocidade de Transferência Máxima: 29.4 MB/s
Velocidade de Transferência Média: 22 MB/s
Tempo de Acesso: 21.5 ms
Índice de Explosão: 35.5 MB/s
Uso da CPU: 18.4 %

Emissões

Ruídos do Sistema

O Sony VGN-P11Z é uma compania muito quieta devido ao seu processador muito modesto Intel Atom Z520, que é quase inaudível. O ruído de funcionamento emitido pelo PC ultraportátil nos surpreendeu positivamente não apenas em modo ocioso, mas também em uso pesado, como os valores medidos confirmam. Nosso aparelho de teste ficou entre 29.8 dB(A) e 31.4 dB(A)

Nós ficamos particularmente surpresos pelo desenvolvimento do ruído em uso constante ou melhor, pela falta de um desenvolvimento do ruído, mesmo após 25 minutos de uso completo da CPU. De acordo com nosso aparelho de medição o ruído aumentou para meros 31.9 dB(A). Nós achamos que esse é um valor para se ficar mais que contente.

Barulho

Ocioso
29.8 / 29.8 / 31.4 dB
Carga
31.9 / 31.9 dB
  red to green bar
 
 
30 dB
silencioso
40 dB(A)
audível
50 dB(A)
ruidosamente alto
 
min: dark, med: mid, max: light    (15 cm de distância)

Temperatura

As baixas emissões de rúido do Sony VGN-P11Z não ocorrem sem que se pague um preço apropriado. O PC ultra-compacto se aquece no lado esquerdo do teclado quando em uso constante com o Prime95 para um nível ainda aceitável de 36.8 graus Celsius.

Na parte debaixo do aparelho as coisas ficam um pouco mais quentes. Nós conseguimos medir 42.4 graus Celsius na lateral inferior esquerda.

Carga Máxima
 34.8 °C34.6 °C29.8 °C 
 36.8 °C34.4 °C29.6 °C 
 35.8 °C32.8 °C28.2 °C 
Máximo: 36.8 °C
Médio: 33 °C
32.2 °C35.2 °C37.2 °C
35.6 °C41.8 °C42.4 °C
29.6 °C34.8 °C41.2 °C
Máximo: 42.4 °C
Médio: 36.7 °C
Temperatura do quarto 20 °C
(±) The average temperature for the upper side under maximal load is 33 °C / 91 F, compared to the average of 29.8 °C / 86 F for the devices in the class Netbook.
(+) The maximum temperature on the upper side is 36.8 °C / 98 F, compared to the average of 33 °C / 91 F, ranging from 21.6 to 53.2 °C for the class Netbook.
(±) The bottom heats up to a maximum of 42.4 °C / 108 F, compared to the average of 36.6 °C / 98 F
(+) The palmrests and touchpad are reaching skin temperature as a maximum (35.8 °C / 96.4 F) and are therefore not hot.
(-) The average temperature of the palmrest area of similar devices was 29.3 °C / 84.7 F (-6.5 °C / -11.7 F).

Alto Falantes

Os alto falantes internos fazem um bom trabalho e fazem o serviço com aptidão, desde que você não espere demais, porque a qualidade do som se mostrou bem modesta no todo. Aqueles que colocam ênfase no nível de saída, graves profundos e cheios, e som claro irão se decepcionar. O PC ultra-compacto da Sony não é capaz de proporcionar isso. Nós aconselhamos a aquisição de fones de ouvido de alta qualidade, através dos quais as fraquezas do VGN-P11Z podem ser equalizadas.

Duração da Bateria

O Sony VGN-P11Z tem uma bateria de lítio-ion com uma capacidade de 2100 mAh (16 Wh; 7.4 Volt), que permitiu ao nosso aparelho de teste sobreviver até 4 h e 17 minutos sem precisar de uma tomada (BatteryEater Reader – brilho mínimo, WLAN desligada, sistema em economia máxima de energia).

Sobre carga no teste BatteryEater Classic a doadora de energia durou até 2h e 7 minutos quando ela acabou. WLAN ligado e a tela no brilho máximo nesse teste.

O Sony VGN-P11Z pode funcionar por até 2h e 49 minutos em surf de internet com reade sem fio com um bom brilho máximo de tela e sistema de economia de energia ativado, o que é um valor bem aceitável.

Consumo de energia
desligadodarklight 0 / 0 Watt
Ociosodarkmidlight 6.3 / 6.3 / 6.9 Watt
Carga midlight 8.6 / 9.2 Watt
 color bar
Key: min: dark, med: mid, max: light        
Tempo de Execução da Bateria
Ocioso (sem WLAN, min brilho)
4h 17min
Navegar com WLAN
2h 49min
Carga (máximo brilho)
2h 07min

Veredito

O Sony Vaio VGN-P11Z em todas as suas cores
O Sony Vaio VGN-P11Z em todas as suas cores

O Sony VGN-P11Z é sem dúvidas um aparelho visualmente impressionante com uma aparência muito elegante e chique. Especilamente porque ele se distingue através de sua forma alongada, pequena e compacta dos outros netbooks, ele irá atrair muitos olhares curiosos.

O P11 também tem incluídos todos os equipamentos de comunicação padrões como uma LAN (dongle incluído) e WLAN. Adicionalmente um Bluetooth 2.1 + EDR e UMTS (3g) também são oferecidos. De acordo com rumores da internet também iremos ter um módulo GPS, que fará do Sony P11Z também um sistema de navegação.

A alta resolução da tela UWXGA com 1600x768 pixels é muito impressionante. Mas tudo isso não pode esconder os déficits de eficiência do nosso aparelho testado. O tempo de espera no boot é, definitivamente, longo demais e seu uso sob o Windows Vista muito estagnado. 

Mas para aqueles que não ligarem para isso e colocarem mais ênfase em um visual elegante, compacto e com um acabamento muito bom, e também estiverem buscando uma tela de alta resolução em um formato de 8 polegadas devem dar uma olhada no Sony VGN-P11Z. O preço de venda é de cerca de orgulhosos 1000 Euros.

 

Sony Vaio VGN-P11Z/R
Sony Vaio VGN-P11Z/R
Em Análise: Sony Vaio P11Z/R
Em Análise: Sony Vaio P11Z/R

Especificações do portátil

Sony Vaio VGN-P11Z/R (Vaio VGN-P Serie)
Processador
Placa gráfica
Intel Graphics Media Accelerator (GMA) 500, Análises do: 200 MHz, Memória compartilhada
Memória
2048 MB 
, DDR2 onboard
Pantalha
8 polegadas 16:9, 1600 x 768 pixel, LCD UWXGA XBlack, Brilhante: sim
placa mãe
Intel Poulsbo SCH
Disco rígido
60 GB - 4200 rpm, 60 GB 
, 4200 rpm, Disco Rígido Toshiba MK6028GAL ATA
Placa de Som
Realtek ALC262 HD Audio
Conexões
2 USB 2.0, 1 (Adapter) VGA, Conexões Audio: Kopfhörer, Card Reader: Leitor de cartões SD, Memory Stick™ Duo, Memory Stick™ PRO Duo
Funcionamento em rede
10/100 MBit Lan Adapter (10/100MBit), Bluetooth 2.1 + EDR
Tamanho
altura x largura x profundidade (em mm): 19 x 245 x 120
Bateria
16 Wh Lítio-Ion, 2100 mAh; 7,4 Volt
Sistema Operativo
Microsoft Windows Vista Home Premium 32 Bit
Características adicionais
Conector Replicador (LAN, VGA-out Adapter), 24 Meses Garantia
peso
638 g, Suprimento de energia: 0 g
Preço
1000 Euro

 

Sony expande sua linha Vaio com um novo modelo, o VGN-P11Z, que está disponível em quatro cores diferentes.
Sony expande sua linha Vaio com um novo modelo, o VGN-P11Z, que está disponível em quatro cores diferentes.
…o fabricante inclui um "dongle".
…o fabricante inclui um "dongle".
Para a expansão das possibilidades de conexão da rede e saída VGA…
Para a expansão das possibilidades de conexão da rede e saída VGA…
em Vermelho Vulcão.
em Vermelho Vulcão.
e nossa amostra de teste, o VGN-P11Z/R
e nossa amostra de teste, o VGN-P11Z/R
em Verde Floresta
em Verde Floresta
o VGN-P11Z/G
o VGN-P11Z/G
em Branco Marfim
em Branco Marfim
o VGN-P11Z/W
o VGN-P11Z/W
em Preto Ébano
em Preto Ébano
o VGN-P11Z/Q
o VGN-P11Z/Q
Além das cores clássicas como o preto ou branco, o VGN-P11Z está também disponível em verde e vermelho para consumidores que quiserem mais cores. Nós agora apresentamos:
Além das cores clássicas como o preto ou branco, o VGN-P11Z está também disponível em verde e vermelho para consumidores que quiserem mais cores. Nós agora apresentamos:
Um módulo GPS é suposto para estar dentro do Sony Vaio VGN-P11Z.
Um módulo GPS é suposto para estar dentro do Sony Vaio VGN-P11Z.

Notebooks Similares

Portáteis com o mesmo GPU

Análise do Netbook Nokia Booklet 3G
Graphics Media Accelerator (GMA) 500, Atom Z530, 10.1", 1.233 kg
Análise do Netbook Dell Inspiron Mini 10
Graphics Media Accelerator (GMA) 500, Atom Z530, 10.1", 1.29 kg
Análise do Netbook Asus Eee PC 1101HA
Graphics Media Accelerator (GMA) 500, Atom Z520, 11.6", 1.35 kg
Análise do Netbook MSI Wind U115 Hybrid Luxury
Graphics Media Accelerator (GMA) 500, Atom Z530, 10.2", 1.31 kg
Análise do Portátil Dell Inspiron Mini 12
Graphics Media Accelerator (GMA) 500, Atom Z530, 12.1", 1.27 kg

Portáteis com o tamanho de tela e peso

Hands-On: Netbook Sony Vaio-W11 Netbook em Análise
Graphics Media Accelerator (GMA) 950, Atom N280, 10.1", 1.2 kg

Portáteis do mesmo fabricante

Breve Análise do Smartphone Sony Xperia XZ3
Adreno 630, Snapdragon 845, 6", 0.193 kg

Links

Compare Preços

Pro

+Muito chique visualmente
+Várias cores diferentes para se escolher
+Boa construção
+Muito compacto e portátil
+Extensas características de comunicação
+Tela com uma resolução muito alta
+Uso silencioso
 

Contra

-Performance fraca
-Relação custo-benefício
-Tecla de shift direita muito pequena
-Iluminação da tela flutuante

Resumo

O que nós gostamos

A tela de alta resolução original é certamente um dos pontos altos do Vaio VGN-P11Z, além da aparência visualmente chique. Ele também marca pontos com o formato de bolso.

O que sentimos falta

Em qualquer caso mais eficiência. Melhores alto falantes ou uma tela com iluminação mais constante também não seria ruim. Mas na prática essas são coisas menores.

O que nos surpreendeu

Onde está um touchpad? Você realmente precisa daquilo? O PointStick como um mouse faz o seu bom trabalho. No início nós ficamos um pouco sem jeito; o cursor pulava pela tela até que conseguimos a destreza necessária.

Os Competidores

Nós não vemos a grande categoria dos netbooks como uma competição direta para o Sony VGN-P11Z, especialmente porque o ultraportatil PC se encontra, no que diz respeito a preços, em outra categoria completamente diferente. Ele compete mais com os subnotebooks de alta qualidade um pouco abaixo de 1000 Euros. Mas mesmo em outra categoria o Apple MacBook Air não apresenta as mesmas caracteríticas extravagantes.

Classificação

Sony Vaio VGN-P11Z/R - 02/06/2009
Shao-Hung Liu

Acabamento
86%
Teclado
85%
Mouse
77%
Conectividade
70%
Peso
100%
Bateria
82%
Pantalha
88%
Desempenho do jogos
35%
Desempenho da aplicação
52%
Temperatura
76%
Ruído
99%
Impressão
82%
Médio
78%
86%
Netbook - Médio equilibrado
Please share our article, every link counts!
> Análises e revisões de portáteis e celulares > Análises > Análises > Arquivo de análises próprios > Análise do Mini-Portátil Sony Vaio VGN-P11Z/R
Shao-Hung Liu, 2009-05-13 (Update: 2009-09- 6)