snhb.queue.push(function(){ snhb.addAdditionalAdSlotsToRefresh(additionalAdSlots); }); googletag.enableServices(); }); nbc_pagecall();
Notebookcheck

Análise do Portátil Lenovo ThinkPad T400s

Por Tobias Winkler 09/09/24

O portfólio de produtos dos modelos ThinkPad foi expandido desde que a Lenovo assumiu a divisão de portáteis da IBM, entre outras. Além de diversas configurações das bem conhecidas séries T, R e X, novos tamanhos de telas (wide screen, 13 y 17 polegadas), além de ter lançado linhas de produtos inteiramente novas, como a série W e SL.

Já disponível há alguma semanas, o ThinkPad T400s é, de forma positiva, uma variante reduzida da conhecida série T400 e oferece muitas coisas que muitos usuários de ThinkPad podem ter desejado em segredo por muito tempo. Além da baixa altura da construção e às características finas conseguidas, o peso se reduziu em cerca de 500 g (dependendo da configuração) é o argumento externo mais obvio para a moderna alternativa.

O preço começa em cerca de 1500 Euros, mas para o nosso protótipo T400s (NSF3TGE), você deve orçamentar um preço real de cerca de 1800 Euros. Com um SSD de 128 GB da Samsung, um CPU Intel Core 2 Duo SP 9600, uma RAM de 4 GB DDR3, UMTS, 36 meses de garantia de fábrica e Vista Business, só para citar alguns dos componentes mais importantes, você obtém bastante pelo seu dinheiro. Além disso, a Lenovo possui configurações com discos rígidos convencionais (80GB, 120GB ou 250GB), 80 GB SSD, BluRay drive, Vista Ultimate, várias alternativas de RAM e Intel Core Duo SP9400. Também já existe uma variantes com uma tela multi-touchscreen listada na Página Principal da Lenovo US-Americana, o qual também achará os seus fãs.

Case

O case não deixa que surja nenhuma dúvida quando é desembalado. A superfície áspera, em preto-cinza sem ornamentos nem elementos brilhosos cumpre com as expectativas e já anuncia sua sólida robustez: Simplesmente um verdadeiro ThinkPad.

A promessa do primeiro olhar somente é quebrada pela coberta de tela levemente flexível, a qual pôde ser feita extremamente fina graças à luz de fundo de LED, mas não consegue alcançar a estabilidade dos maiores modelos T400, apesar do reforço de fibra de carbono. Porém, não deveria haver nenhuma restrição para a função protetora, e não conseguimos provocar nenhuma distorção da imagem torcendo ou pressionando a coberta. Ao mesmo tempo, o T400s brilha pelo peso de 1750 g, incluindo o drive ótico, e é mais acessível que muitos portáteis de 12 polegadas. Por exemplo, o Acer Travelmate 8371 de 13 polegadas, anteriormente testado, demonstra grandes ambições empresariais, pesava 1,71 kg – sem um DVD drive.

O chassi não apresentou falhas ou erros na avaliação da estabilidade.  Os pousa palmas são tão duros como uma rocha, uma rigidez elevada do case, brechas bem uniformes e exatas, botões e interruptores perfeitamente encaixados, dobradiças exemplares e uma bateria bem firme são características que os conhecedores do ThinkPad consideram algo comum.

A estabilidade do teclado ainda alcança um nível muito bom, mesmo não sendo tão boa quanto a de séries anteriores, tais como o T61, por exemplo, pois cede em alguns lugares. Isto não parece ser uma idiossincrasia do nosso protótipo porque este desenvolvimento pode ser observado em alguns dos modelos da série T atuais.

Falta um pé de suporte quando a bateria é retirada e leva a um balanço da parte frontal direita. Então, a digitação somente é possível para durões ou por um curto período de uso. A bateria de lithium-ion integrada no lado frontal resulta vantajosa para abrir a tela com uma só mão. Isto soma o contra-peso necessário na frente em interação com as dobradiças, permitindo uma abertura e fechamento fácil e confortável sem levantar o case.

O lado inferior se apresenta como é habitual, com uma abertura para acessar os componentes mais importantes tão facilmente quanto remover umas travas deslizantes. A rigidez habitual do case também é encontrada aqui e não tem nada que possa ser criticado. O case de aproximadamente apenas 2,5 cm de altura é levantado cerca de 6 mm por um pé de borracha, o qual também fornece uma boa circulação do ar no lado inferior.

A liberação do módulo multibay não foi tão bem solucionada como em outros predecessores. Para isto, o portátil tem que ser levantado e então isto somente pode ser removido pressionando duas travas deslizantes ao mesmo tempo. Portanto não é possível uma mudança de módulos rápida e com uma só mão e isto não será apreciado por muitos profissionais de ThinkPad.

Conectividade

O T400s não possui toda interface concebível, mas possui uma boa mistura de tipo e fornecimento. Portanto, além das habituais portas USB para vários periféricos, tais como impressoras, câmeras digitais, etc., também há uma conexão USB/eSATA combinada. Este presta-se especialmente para conectar discos rígidos externos devido ao seu alcance de altas taxas de transferência. Porém, os fás do vídeo sentirão muita falta da interface Firewire omitida, que teria sido desejável especialmente para o melhor uso de dispositivos existentes. O equipamento destes padrões através do ExpressCard também não é possível em todas as alternativas, porque o ThinkPad T400s é entregue ou com um compartimento de leitor de cartões ou de ExpressCard/34. Como isto não é realmente bem especificado por vários revendedores, deve-se verificar a configuração exata antes de comprar.

Além da saída analógica VGA existente, outro destaque é a porta para tela, que permite a conexão digital de telas externas. Isso é bom porque a qualidade do sinal analógico da conexão VGA não era nada impressionante com a resolução padrão de 1280x1024. A apresentação fora de foco, quase embaçada somente permite que se aproveite durante um curto período.

O bólido dos negócios possui tudo o que você possa desejar, no que diz respeito aos componentes wireless. Além da habitual configuração WLAN n padrão draft-N, o portátil também possui Bluetooth 2.1+EDR e um veloz modem HSPA-UMTS, que teoricamente alcança 7,2 MB/s em downlink e 2 MB/s em uplink. O alcance real da taxa de dados será afetado pelos provedores móveis, o desenvolvimento da rede e qualidade do sinal. Um cartão SIM de teste da Vodafone está incluso no pacote entregado. Você não deve temer um travamento SIM ou Net, pois um teste funcionou com um, por exemplo, Fonic SIM (O2 net) funcionou perfeitamente. O compartimento para cartão SIM se encontra n compartimento da bateria e, portanto, é um pouco incômodo para usuários com múltiplos cartões, quando as mudanças rápidas são parte do dia empresarial. Porém, isto não incomodará mais ninguém. Típicos detalhes empresariais, como um módulo de Plataforma Confiável, leitor de impressões digitais ou com senha, fornecem a segurança.

Achamos bem resolvida a distribuição de conexões, que são encontradas na parte posterior em sua maior parte porque a bateria é inserida na frente. Isto é um pouco inconveniente quando se trata de conectar e desconectar coisas, mas é compensado com uma área de trabalho quase livre de cabos.

Lado Frontal: Além do mecanismo de travamento da tela, sem conexões
Lado Frontal: Além do mecanismo de travamento da tela, sem conexões
Lado Direito: interruptor físico para redes sem fio, drive ótico, trava Kensington
Lado Direito: interruptor físico para redes sem fio, drive ótico, trava Kensington
Lado Posterior: Conector de força, VGA, rede, conexão USB energizada, combinação USB/eSATA, porta para tela
Lado Posterior: Conector de força, VGA, rede, conexão USB energizada, combinação USB/eSATA, porta para tela
Lado Esquerdo: abertura de ventilação, USB, combinação de entrada/saída de áudio, leitor de cartões
Lado Esquerdo: abertura de ventilação, USB, combinação de entrada/saída de áudio, leitor de cartões

Uma das grandes opções de extensão do ThinkPad são a conexão docking e o compartimento do módulo Ultrabay, no qual encontra-se o drive ótico. Encontramos novas possibilidades de extensão das 3 séries como uma extensão docking compatível para o T400s. Modelos mais antigos provavelmente não sejam mais compatíveis. Portanto, com respeito a grande quantidade de produtos suplementares, você deve se informar com o revendedor, antes de fazer uma compra errada.
Também encontramos o Replicador de Portas 3 do ThinkPad (433610W, ca.120 Euros), o Minidock 3 Plus do ThinkPad (45N6693, ca. 230 Euros) e o Minidock 3 do ThinkPad (45N56678, ca. 200 Euros) para o T400s. Também há o Lenovo USB 2.0 Repicador de Porta Ampliado (43R8771, ca. 100 Euros) como uma alternativa USB. No momento há um adaptador para disco rígido (43N3412, ca. 60 Euros) para o compartimento multibay slot e uma bateria de 3 células (43R9250, ca. 120 Euros); um BluRay drive em breve deverá estar disponível. Em nossa opinião, a porta para tela DVI (45J7915, ca. 30 Euros) e o carregador externo de bateria (40Y7625, ca.120 Euros) são dignos de ser mencionados no marco das amplas opções.

Com respeito ao software, a Lenovo confia no Windows Vista Business 32 bit para o protótipo, o qual deixa uma parte da RAM sem uso, e os típicos assistentes ThinkPad.

Dispositivos de Entrada

Teclado

O teclado do T400s basicamente se baseia na habitual estrutura ThinkPad e, portanto, deve satisfazer os " veteranos" e também os novatos. O acesso rápido a funções básicas é conseguido através das hotkeys localizadas sobre o teclado ou através das bem conhecidas combinações FN, as quais agora também possuem uma tecla para vídeo-chamada para atiçar a webcam e o microfone ao mesmo tempo. A distancia entre as teclas agora foi reduzida para evitar a infiltração de objetos estranhos entre a tela e o teclado e as teclas Esc e Del são do dobro do tamanho, sobressaindo da borda do teclado. Como sempre, os novatos devem se acostumar à tecla FN localizada à esquerda da tecla Crtl, o qual leva a erros na digitação n período de adaptação.

Um agradável deslocamento da tecla, com distância média e som distintivo, pois outras propriedades devem agradar e convencer até os digitadores freqüentes. Como já foi mencionada, a estabilidade não consegue alcançar o nível de alguns predecessores, o qual é notado por uma leve deformação do teclado, em especial perto das bordas e na borda superior esquerda. O aberrante, levemente barulhento, pretensioso ruído, característico da barra de espaço também é impactante e não da uma impressão de lata qualidade. Porém, funciona perfeitamente.

Estrutura de teclado levemente modificada com diversas funções especiais
Estrutura de teclado levemente modificada com diversas funções especiais
Touchpad com boa resposta – porém, inadequado para multi-touch
Touchpad com boa resposta – porém, inadequado para multi-touch
Excelente trackpoint
Excelente trackpoint

Touchpad

O está localizado no mesmo nível dos pousa palmas e está demarcado por uma superfície em alto releve. Isto é percebido rapidamente, sendo agradável durante o trabalho normal e permite uma navegação sem erros.  O alto releve comprovou ser contra-producente quando se trata de entradas multi-touch. Os gestos com dedos, como a aproximação, rolamento, etc. são prejudicados porque precisam de certa capacidade de deslizamento. Estes são mais ásperos que suaves.

TrackPoint

Diz-se: "Quem alguma vez já usou um trackpoint, não vai mais querer ficar sem". E, de fato, o cursor é movido perfeitamente e com rapidez depois de um breve período de adaptação. É uma boa alternativa para economizar espaço com o touchpad quando p espaço é pequeno. É a sua escolha... Portanto, depende das preferências individuais. O usuário o potencial não pode reclamar sobre não ter opções suficientes no T400s.

Leitor de impressões digitais
Leitor de impressões digitais
Tecla Del/Esc colocada verticalmente é ampliada
Tecla Del/Esc colocada verticalmente é ampliada
Combinações FN e barra de hot keys
Combinações FN e barra de hot keys
Tecla shift iluminada
Tecla shift iluminada

Tela

O Lenovo T400s usa uma tela de LED WXGA de 14 polegadas com 1440x900 pixels, que ainda possui o bem conhecido formato 16:10. A representação de símbolos ainda é suficientemente grande com uma densidade de cerca de 120 dpi. Esta resolução se mostra benéfica em um opulento tamanho de escritório e imagem mais detalhada e resolução de filmes, em comparação com a habitual resolução WXGA.

 

297
cd/m²
227
cd/m²
295
cd/m²
245
cd/m²
283
cd/m²
246
cd/m²
229
cd/m²
243
cd/m²
238
cd/m²
Distribuição do brilho
Máximo: 297 cd/m² Médio: 255.9 cd/m²
iluminação: 76 %
iluminação com acumulador: 246 cd/m²
Contraste: 98:1 (Preto: 2.88 cd/m²)

O painel integrado possui um brilho máximo de 297 cd/m2 na borda superior esquerda e sobretudo bons resultados na média de>2. Resultados de distribuição do brilho com diferenças de até 70 cd/m2, porém, em uma iluminação média de 76% como máximo para circunstâncias de LED. Obviamente esse não é de uso "ordinário"; somente com fundos de cor sólida pode se ver a formação de manchas. O brilho máximo se limita a 246 cd/m2 no modo de bateria, o qual ainda és suficiente em combinação com uma tela mate para também poder ser usada em exteriores.

 

Vista em exteriores baixo um céu nublado
Vista em exteriores baixo um céu nublado
Ainda um bom reconhecimento desde um ângulo maior
Ainda um bom reconhecimento desde um ângulo maior

O valor de escuridão de 2,88 cd/m2 é muito impressionante, o que leva a uma razão de contraste extremamente escassa de 98:1. O usuário não pode esperar cores vivas nem um preto muito saturado. O cinza e preto muito claro é bastante obvio. Isto não leva a nenhuma restrição para o processamento de texto e navegador; porém, a representação de cores tipo pastel irá em contra da reprodução de filmes e de fotos. Uma razão de contraste mais alta ainda poderia melhorar a legibilidade de textos ou de conteúdos de sites web em exteriores, o qual, como já foi mencionado, é balanceado pelo alto brilho da tela.

A deficiente representação do contraste é reforçada pelas mudanças dos ângulos de visão verticais desde encima, pois levam a um maior branqueamento. Em oposição, os ângulos de visão desde os campos mais baixos de intensidade das cores, mas se invertem rapidamente. Vê-se melhor a área da estabilidade doa ângulos de visão horizontais. A imagem pode ser reconhecida por mais tempo e somente muda um pouco a cor e o brilho.

Ángulos de visão Lenovo ThinkPad T400s
Ángulos de visão Lenovo ThinkPad T400s

Como já foi mencionada, a saída VGA análoga se desqualifica, devido a sua obvia representação fora de foco com uma resolução de 1280x1024 pixels. Uma qualidade significantemente melhor deve ser possível com a interface digital (porta para tela). De qualquer forma, não conseguimos testar isto devido à ausência de hardware. Resoluções externas de até 2560x1600 pixels também sã possíveis através desta interface.

 

Desempenho

Não é muito surpreendente para um portátil desta categoria de peso que a Lenovo use a bem conhecida Intel GMA X4500MHD para garantir a saída gráfica. A solução escolhida com um consumo de energia relativamente baixo junto com o desempenho adequado para o grupo alvo é o predestinado para a variação slimline do T400.

Como a unidade gráfica integrada não possui sua própria memória gráfica, ela tem que se "emprestar" da memória RAM quando seja necessário. O núcleo gráfico possui uma freqüência de 475 MHz e possui a velocidade suficiente para muitas aplicações. Aplicações 3D e/ou OpenGL e ao mesmo tempo, aplicações muito exigentes não podem ser suportadas por esta configuração e requerem uma alternativa mais eficiente, como deve ser fornecida pelo T400 convencional com uma ATI Mobility Radeon HD 3470, por exemplo.

Os resultados de benchmark com a GMA 4500MHD da Intel estão dentro a gama de experiência que formamos até agora. O sistema alcançou 998 pontos no 3DMark'06 e no Cinebench R10 OpenGL Shading 1227 pontos.

System info CPUZ CPU
System info CPUZ Cache
System info CPUZ Mainboard
System info CPUZ RAM
System info CPUZ RAM SPD
System info GPUZ
System info HDTune
System information Lenovo ThinkPad T400s

O CPU Intel Core 2 Duo SP9600 (25W TDP)é usado no nosso protótipo, que possui uma freqüência de 2,53 GHz, além de 6MB L2 cache e, portanto é uma da opções mais eficientes da Intel. Uma característica especial é que este CPU está soldado diretamente na placa de circuitos e possibilita uma construção mais baixa do case.

Os sinais do trabalho rápido são o SuperPi-32M-terminado em 1117 segundos, 23240 MiPs em Sisoft's Dhrystone e 18549 MFlops em Sisoft's Whetstone, entre outras coisas. Esses são valores muito bons, que normalmente não ativam a necessidade de maior desempenho. Adicionalmente, espera-se um bom desempenho no setor da memória com 4GB DDR3 RAM (dos quais somente cerca de 3,1 GB podem ser utilizados devido ao sistema operacional de 32 bit) e um SSD de 128 GB da Samsung.

Isto também se reflete nos resultados do PCMark'05 (7587 pontos) e PCMarkVantage (total: 5816 pontos), que são responsáveis pela avaliação do desempenho de aplicações. O veloz SSD da Samsung , que atingiu uma taxa de transferência média de 164,3 MB/s no benchmark de disco rígido HDTune, não é completamente inocente neste assunto. Esta é uma incrível aceleração de 100% no desempenho! em comparação com discos rígidos comuns de portáteis. O único problema é a relativa baixa capacidade de armazenamento de cerca de 108 GB.

A edição de imagens, processamento de texto, tabelas, comunicações e navegadores podem ser executados sem problemas na prática. Até aplicações que usam muito o CPU, como conversores de áudio e vídeo podem ser usados com uma velocidade suficientemente adequada. A reprodução de material FullHD sem intermitências e sem pausas foi bem sucedido com a Intel X4500MHD com o uso de um reprodutor de vídeo que suporta dxva- (por exemplo, Cyberlink Power DVD) com aceleração de hardware ativada. De qualquer forma, o sistema possui reservas suficientes para a reprodução de nossos filmes iTunes H.264. Reproduziu o filme de teste iTunes "Shooter" (853x354) tão perfeitamente quando  filme "Seven" (754x322), os quais convertemos num formato H.264. Os MP3 Itunes  puderam ser convertidos a arquivos AAC com uma média de 26,6 de velocidade de fold. Estes resultados mostram que o ThinkPad T400s é uma máquina com uma velocidade de trabalho agradável, que é adequada até para algumas distrações multimídia.

Uma parte vital de todo portátil também é a conectividade para conectar periféricos externos. A Lenovo oferece várias opções para o intercambio de dados com 2 USB 2.0, um leitor de cartões e uma conexão combinada USB 2.0/eSATA. Particularmente a porta eSATA é muito útil para conectar discos rígidos externos velozes. Com o nosso modelo de teste, alcançamos um máximo de 20,2 MB/s com um cartão SD OCZ de 2GB, máx. 19,6 MB/s com um cartão SanDisk Extreme III SDHC, 27,3 MB/s na porta USB e 67,8 MB/s na interface eSATA. Estes não são os valores mais altos, mas estão entre os mais altos e devem ser suficientes para a maioria das situações móveis.

O DVD Drive da Matshita parece ter alguns problemas com DVDs riscados ou um pouco sujos. Enquanto 2 DVDs de teste foram absolutamente rejeitados no drive interno e provocaram um loop de leitura infinito, eles puderam ser reproduzidos num gravador de DVD Samsung SE T084 sem maiores problemas.

DPC Latency Checker
DPC Latency Checker

Com a ferramenta DPC Latency Checker, também verificamos as latências com Windows. Estas em sua maioria estavam dentro de um limite e alcançaram um máximo de 1000 µs. Portanto, não deveria haver problemas com a sincronização de dispositivos externos, como, por exemplo, placas de som.

 

PCMark 05 Standard
7587 pontos
PCMark Vantage Result
5816 pontos
Ajuda
3DMark 2001SE Standard
7007 pontos
3DMark 03 Standard
3050 pontos
3DMark 05 Standard
1665 pontos
3DMark 06 Standard
998 pontos
Ajuda
Cinebench R10 Rendering Single 32Bit
2836
Cinebench R10 Rendering Multiple CPUs 32Bit
5309
Cinebench R10 Shading 32Bit
1227
Ajuda
Samsung MMCRE28G8MXP
Velocidade de Transferência Mínima: 86.2 MB/s
Velocidade de Transferência Máxima: 167.5 MB/s
Velocidade de Transferência Média: 164.3 MB/s
Tempo de Acesso: 0.2 ms
Índice de Explosão: 135.4 MB/s
Uso da CPU: 7 %
Windows Vista Experience Index
 ConfiguraçõesValor
 CPU5.4 Points
 RAM5.9 Points
 GPU4.2 Points
 GPU Games3.8 Points
 HDD5.9 Points

Emissões

Ruído do Sistema

O T400s, como é sabido da maioria dos ThinkPads, é um contemporâneo muito silencioso. Nem percebemos que estava funcionando com silenciosos 29,6 dB(A) no modo inativo. Primeiramente, somente torna-se notório quando a memória massiva (SSD) PE acessada, que causa um "chiado" ainda muito silencioso de 30,1 dB(A). A reprodução de DVD se manteve dentro de uma faixa tolerável com 37,6 dB(A); os DVDs de dados são muito menos agradáveis com 45,2 dB(A). Em compensação, os 36,8 dB(A) estabelecidos sob carga de trabalho puderam ser tolerados por um período mais longo sem causar desconforto. As características do ventilador sempre são uniformes e balanceadas e não causam maiores problemas.

Um "zumbido" de alta freqüência que se origina na área do módulo wireless comprovou ser uma verdadeira moléstia. Isto vem do meio da área central do teclado e torna-se muito perturbante, especialmente em uma ambiente silencioso. Desativar o módulo é uma solução, mas nem sempre é uma possibilidade pela perda da conectividade. Não podemos dizer se isto é uma peculiaridade do nosso protótipo, pois na a possibilidade de fazer comparação alguma.

Barulho

Ocioso
29.6 / 29.6 / 29.6 dB
HDD
30.1 dB
DVD
37.6 / 45.2 dB
Carga
31.4 / 36.8 dB
  red to green bar
 
 
30 dB
silencioso
40 dB(A)
audível
50 dB(A)
ruidosamente alto
 
min: dark, med: mid, max: light    (15 cm de distância)

Temperatura

Enquanto o portátil inteiro sempre está agradavelmente frio à direita, a temperatura do case à esquerda, em especial na área da abertura de ventilação, pode se tornar um pouco desagradável com uma máxima de 48,4°C no lado superior e 42,6°C no lado inferior em alguns pontos. Praticamente, não deveria haver nenhuma restrição, pois isto está restrito a uma área pequena e surge depois de ao redor de uma hora de star sob carga de trabalho, de outra forma, dificilmente excede a temperatura do corpo.
Ao contrário, os valores atingem uma máxima de 31,6°C no lado inferior e se mantêm embaixo da marca dos 30°C mesmo depois de 2 horas de uso com opções de economia de energia no máximo.

Carga Máxima
 48.4 °C35.8 °C29.4 °C 
 43.4 °C35.2 °C30.8 °C 
 33.8 °C30.9 °C27.8 °C 
Máximo: 48.4 °C
Médio: 35.1 °C
32.7 °C36.6 °C42.6 °C
33.8 °C37.2 °C39.9 °C
29.8 °C32.5 °C35.5 °C
Máximo: 42.6 °C
Médio: 35.6 °C
alimentação elétrica  58.6 °C | Temperatura do quarto 22 °C
(±) The average temperature for the upper side under maximal load is 35.1 °C / 95 F, compared to the average of 29.4 °C / 85 F for the devices in the class Office.
(-) The maximum temperature on the upper side is 48.4 °C / 119 F, compared to the average of 34 °C / 93 F, ranging from 21.2 to 62.5 °C for the class Office.
(±) The bottom heats up to a maximum of 42.6 °C / 109 F, compared to the average of 36.4 °C / 98 F
(+) The palmrests and touchpad are reaching skin temperature as a maximum (33.8 °C / 92.8 F) and are therefore not hot.
(-) The average temperature of the palmrest area of similar devices was 28.1 °C / 82.6 F (-5.7 °C / -10.2 F).

Alto falantes

Os alto falantes 2x1 foram colocados à esquerda e direita do teclado. Eles oferecem uma forte gama média, como se sabe de portáteis de negócios, mas a falta de baixos e de agudos dominantes leva a um som muito desbalanceado. Adicionalmente, o um pouco baixo volume máximo pôde comprovar ser insuficiente para apresentações em ambientes grandes. O melhor seria usar um par de alto falantes USB econômicos (em us fixo) ou fones para estar pronto para qualquer situação.

Duração da Bateria

Maximum Battery Runtime (Readers Test)
Readers Test
Minimum Runtime (Classic Test)
Classic Test

A base para as possíveis durações da bateria são, por um lado, o consume de energia do sistema, e em outro, a capacidade da bateria. Enquanto as baterias padrão de 6 células possuem em média 44 Wh, os dados de consumo foram mais impressionantes.

O ThinkPad foi satisfatório com um modesto consumo de energia de 8.9 watt no perfil Energy Star da Lenovo e pode competir com muitos netbooks. Também no modo inativo, mas em alto desempenho com brilho máximo, o consumo aumenta até ainda bons 17,5 watt. Todas as restrições são abandonadas sob capacidade máxima e o sistema toma uma boa porção do armazenamento de energia com 49,8 watts.

O candidato de teste alcança admiráveis 432 minutos de duração no teste BatteryEater Reader (máximo tempo de duração com tela escurecida, perfil de economia de energia). O refinado perfil Energy Star da Lenovo é particularmente responsável por isto, pois este simplesmente desliga certos componentes, como, por exemplo, o DVD drive e módulos wireless. O inadequado brilho da tela, que também utilizamos para comparações neste aspirante, também contribui a isto.

Ainda atingimos uma boa duração de 198 minutos com configurações adaptadas na navegação WLAN prática. Com 154 minutos, o ThinkPad não atingiu um tempo tão bom durante a reprodução de DVDs, mas deve ser suficiente para a maioria dos filmes longos.

O teste BatteryEater Classic (duração mínima sob carga de trabalho, tudo ativado) demonstra, com uma duração de 66 minutos, que um sistema de alto desempenho com um consumo de energia de mais de 48 watts tem o seu preço e não pode ficar longe das tomadas por muito tempo. A bateria Ultrabay de 3 células opcional não consegue ajudar muito. Portanto, este alto desempenho seria indicado mais ara um> e um dos perfis modestos seria favorável durante o uso móvel.

Consumo de energia
desligadodarklight 0.2 / 0.3 Watt
Ociosodarkmidlight 8.9 / 12.5 / 17.5 Watt
Carga midlight 30.3 / 49.8 Watt
 color bar
Key: min: dark, med: mid, max: light        
Tempo de Execução da Bateria
Ocioso (sem WLAN, min brilho)
7h 12min
Navegar com WLAN
3h 18min
DVD
2h 34min
Carga (máximo brilho)
1h 06min

Veredicto

A Lenovo modificou exatamente as coisas corretas no T400s e alcançou uma incrível vantagem na mobilidade, particularmente na redução do peso. A variada conectividade satisfaz quase qualquer desejo, pois oferece as três opções de conexão a forma de um modem UMTS, uma porta para tela e eSATA, e não será de interesse somente na área empresarial.

A estabilidade da coberta da tela e do teclado não possui o nível de qualidade habitual. A estrutura levemente modificada do teclado poderá irritar alguns digitadores freqüentes.
Porém, os maiores pontos fracos encontram-se na tela deficiente em contraste e na emissão de ruído de alta freqüência, o que provavelmente se origine do módulo wireless do protótipo.

Basicamente, o ThinkPad T400s é uma evolução oportuna que consegue impressionar com um desempenho muito bom, qualidade de fabricação e configuração combinada com um peso extremamente baixo em um case fino. O único que sobra é o justificado alto acréscimo em comparação com a variante convencional do T400.

Lenovo ThinkPad T400s

Muito obrigado à Notebooksandmore.net que gentilmente nos forneceu o dispositivo de teste. Você também pode configurá-lo e comprá-lo aqui.

 

Em Análise: Lenovo ThinkPad T400s
Em Análise: Lenovo ThinkPad T400s, com cortesia de:

Especificações do portátil

Lenovo ThinkPad T400s (Thinkpad T Serie)
Placa gráfica
Intel Graphics Media Accelerator (GMA) 4500MHD, Análises do: 475 MHz, memória compartilhada, igdumdx32.7.15.10.1752/Vista
Memória
4096 MB 
, DDR3 1066Mhz, 2x 2048 MB, 2 Slots, máx. 8GB
Pantalha
14.1 polegadas 16:10, 1440 x 900 pixel, LT141DEQ8B00, LEN4036, Brilhante: não
placa mãe
Intel GS45
Disco rígido
Samsung MMCRE28G8MXP, 128 GB 
,
Placa de Som
Conexant [email protected] 82801IB ICH9 - High Definition Audio Controller
Conexões
3 USB 2.0, 1 VGA, 1 DisplayPort, 1 Kensington Lock, 1 eSata, 1 Docking Station Port, Conexões Audio: Entrada/saída de áudio combinada (1 conector), Card Reader: Leitor de Cartões 5-em1, 1 Leitor de Impressões Digitais
Funcionamento em rede
Intel(R) 82567LM Gigabit Network Connection (10/100/1000/2500/5000MBit/s), Intel Wireless WiFi Link 5300 (a/b/g/n = Wi-Fi 4), Bluetooth 2.1+EDR, UMTS+GPS
Unidade ótica
Matshita DVD-RAM UJ862AC
Tamanho
altura x largura x profundidade (em mm): 31 x 337 x 241
Bateria
44 Wh Lítio-Ion, 3900mAh, 11,1V, 6-Zellen
Sistema Operativo
Microsoft Windows Vista Business 32 Bit
Camera
Webcam: 2.0 MP
Características adicionais
36 Meses Garantia, Iluminação de teclado Thinklight, compartimento de módulo Ultrabay, Ericsson F3507g WWAN (UMTS modem) com módulo GPS
peso
1.75 kg, Suprimento de energia: 340 g
Preço
2100 Euro

 

Os Thinkpads foram o epítome dos portáteis de negócios por um longo tempo
Os Thinkpads foram o epítome dos portáteis de negócios por um longo tempo
Mecanismo de fechamento perfeito, que pode ser aberto com uma só mão...
Mecanismo de fechamento perfeito, que pode ser aberto com uma só mão...
...e garante um fechamento seguro com o gancho sólido na coberta da tela
...e garante um fechamento seguro com o gancho sólido na coberta da tela
Tradicionalmente, dobradiças perfeitamente exemplares
Tradicionalmente, dobradiças perfeitamente exemplares
A Vodafone fornece um SIM de teste, para o modem UMTS
A Vodafone fornece um SIM de teste, para o modem UMTS
A conexão docking modificada precisa de estações mais novas (veja a seguir)
A conexão docking modificada precisa de estações mais novas (veja a seguir)
O chassi está elevado por cerca de 6mm com pés de borracha; o case se balança para frente sem a bateria
O chassi está elevado por cerca de 6mm com pés de borracha; o case se balança para frente sem a bateria
O cartão SIM é acessível pelo compartimento da bateria
O cartão SIM é acessível pelo compartimento da bateria
Os slots de RAM completamente ocupados com 2x2 GBs, devido ao Vista de 32 bits, somente cerca de 3 GB são utilizados
Os slots de RAM completamente ocupados com 2x2 GBs, devido ao Vista de 32 bits, somente cerca de 3 GB são utilizados
Componentes de fácil acesso e coberta inferior estável
Componentes de fácil acesso e coberta inferior estável
LEDs de status na parte posterior da coberta
LEDs de status na parte posterior da coberta
A trava Kensington, atualmente é quase padrão para todos os portáteis
A trava Kensington, atualmente é quase padrão para todos os portáteis
O T400s consegue seguir esta tradição de sucesso
O T400s consegue seguir esta tradição de sucesso
Encima disso, pôde se implementar um peso consideravelmente reduzido e um case fino
Encima disso, pôde se implementar um peso consideravelmente reduzido e um case fino
Fino, mas uma alta estabilidade com coisas pequenas
Fino, mas uma alta estabilidade com coisas pequenas
O anterior design clamshell somente pode ser visto em certa medida
O anterior design clamshell somente pode ser visto em certa medida
O case possui uma altura de apenas 2,5 mm se pé de borracha
O case possui uma altura de apenas 2,5 mm se pé de borracha
A coberta da tela pode ser aberta sem restrições
A coberta da tela pode ser aberta sem restrições
O conector de força e a saída VGA estão um pouco perto um do outro
O conector de força e a saída VGA estão um pouco perto um do outro
Uma variedade de opções de conexão na parte posterior
Uma variedade de opções de conexão na parte posterior
O conector combinado de áudio aloja a entrada e saída
O conector combinado de áudio aloja a entrada e saída
LEDs de status discretos em um verde relaxante
LEDs de status discretos em um verde relaxante

Similar Notebooks

Portáteis de um fabricante diferente e com CPU diferente

Análise do Portátil Acer TravelMate 8471 Timeline
Graphics Media Accelerator (GMA) 4500MHD, Core 2 Duo SU9400
Análise do Notebook Acer Aspire 4810T
Graphics Media Accelerator (GMA) 4500MHD, Core 2 Solo SU3500

Portáteis com o mesmo GPU e tamanho de tela

Análise do Portátil HP EliteBook 6930p
Graphics Media Accelerator (GMA) 4500MHD, Core 2 Duo T9400, 2.35 kg

Portáteis com o mesmo GPU

Análise do Portátil HP 620
Graphics Media Accelerator (GMA) 4500MHD, Pentium Dual Core T4500, 15.6", 2.498 kg
Análise do Notebook Acer TravelMate 8571
Graphics Media Accelerator (GMA) 4500MHD, Core 2 Duo SU9400, 15.6", 2.32 kg
Análise do Notebook Dell Vostro 1520
Graphics Media Accelerator (GMA) 4500MHD, Core 2 Duo T6570, 15.4", 2.55 kg
Análise do Notebook HP ProBook 4310s
Graphics Media Accelerator (GMA) 4500MHD, Core 2 Duo T6670, 13.3", 2.06 kg

Links

Compare Prices

Pro

+Muito boa qualidade do case
+Muito boa configuração de interfaces
+Muito boa distribuição de interfaces
+Bom teclado e trackpoint
+Muito bom desempenho das aplicações
+Memória massiva muito veloz
+Peso baixo
+Alta eficiência de energia
+Tela brilhante e mate
+Em geral, baixas emissões
+Um programa de suprimentos muito completo
+36 meses de garantia
 

Contra

-Tela com contraste deficiente e dependente dos ângulos de visão
-Dependendo do cenário, desagradáveis ruídos de alta freqüência (provavelmente o módulo wireless)
-Touchpad em alto relevo, não muito adequado para multi-touch
-A rigidez da coberta da tela e do teclado não pe a habitual de alto nível de outros ThinkPads
-Preço alto
-Capacidade do SSD u pouco baixa

Shortcut

Do que gostamos

A oportuna combinação de uma muito boa eficiência, baixo peso e configuração perfeita.

O que faltou

Uma boa tela e um modem wireless silencioso.

O que nos surpreendeu

Que a Lenovo conseguiu economizar mais de 500 g de peso em comparação com o T400 padrão e quase não tem que fazer compromissos com respeito à qualidade e equipamento.

Os concorrentes

O Acer Travelmate 8371 possui boas características empresariais com um desempenho computacional mais baixo, mas um peso semelhante e uma duração de bateria extremamente longa. De outra forma, você deve olhar para o HP 6530p, HP 6930p, FSC S7220, Dell Latitude E6400 e o convencional Lenovo T400 e R400. Porém, você deve se comprometer de alguma forma em todas as alternativas.

Rating

Lenovo ThinkPad T400s - 12/04/2010 v2(old)
Tobias Winkler

Acabamento
94%
Teclado
91%
Mouse
90%
Conectividade
87%
Peso
90%
Bateria
78%
Pantalha
64%
Desempenho do jogos
52%
Desempenho da aplicação
89%
Temperatura
80%
Ruído
95%
Impressão
90%
Médio
83%
86%
Office - Médio equilibrado
Please share our article, every link counts!
> Análises e revisões de portáteis e celulares > Análises > Análises > Arquivo de análises próprios > Análise do Portátil Lenovo ThinkPad T400s
Tobias Winkler, 2009-10-23 (Update: 2009-10-23)