###leftbanner###
Notebookcheck

Análise do Sub-portátil Apple MacBook Air 13 Polegadas 2010

Klaus Hinum (traduzido por Ricardo Soto), 12/22/2010

Ar Fresco. A nova versão do MacBook Air de 13 polegadas foi atualizada de popa a proa, mas ainda tem seu antigo processador Core 2 Duo. Fique sabendo na nossa análise se este pacote é convincente e se vale seu alto preço.

Igual que o novo MacBook Air de 11,6 polegadas o qual já foi analisado, a Apple também atualizou o modelo de 13-polegadas do fino e leve sub-portátil. Comparado com seu predecessor de a mais de um ano (com um design que tem mais de dois anos) a Apple só deixou intacto, o processador. As mudanças mais importantes são a nova e muito mais rápida placa gráfica chipset, a versão mais recente do case monobloco, o trackpad de vidro, um veloz SSD, e a tela de alta resolução. 

Com um peso de apenas 1,327 kg este modelo de 13-polegadas mais que definitivamente pertence à classe de sub-portáteis. Combinado com seu perfil fino de 0,3 – 1,7 cm, o pequeno Mac acomoda-se facilmente a quase qualquer bolso. Mas graças a seu teclado de tamanho completo e sua tela relativamente grande pode oferecer as bondades de um portátil maior em muitas situações.

Comparado com o modelo de 11-polegadas, a versão de 13-polegadas tem um CPU mais potente, uma bateria e tela maiores. Como há muitas características que os dos sub-portáteis compartilham, partes desta análise se baseiam na nossa análise do MacBook Air de 11 polegadas.

Nosso modelo de teste da Apple Áustria é o MC504LL/A que atualmente custa €1.599 e vem com o modelo básico do CPU de 1,86 GHz, 2 GB de memória RAM DDR3 (soldada) e o maior SSD de 256 GB. Por €90 você pode atualizar para um Core 2 Duo de 2,13 GHz ou optar por uma memória de 4 GB DDR3, também por €90.

Case

O novo case monobloco do MacBook Air é muito semelhante ao da versão menor de 11-polegadas exceto obviamente pelo tamanho. É igualmente atrativo graças ao design simples e eterno e parece bem proporcionado. Naturalmente, o mais sobressalente para a vista é sua aparência fina. Devido a que o portátil estreita-se ainda mais para as bordas, lateralmente parece ser mais fino do que é realmente.

O case do MacBook Air de13-polegadas é o corte de um bloco de alumínio, como o resto dos MacBooks de alumínio. Como no modelo de 11-polegadas, a tampa agora também é feita usando o processo monobloco. Isto faz com que o cases seja muito robusto apesar de seu pequeno tamanho. No entanto, o maior case de 13-polegadas é um pouco menos resistente a pressões fortes que a versão de 11-polegadas (no meio da tampa e base). Apesar de tudo, o case oferece uma excelente proteção para os interiores do portátil, em particular comparado com outros sub-portáteis feitos de plástico.

A Apple usou uma dobradiça, como é habitual nos atuais Macs monobloco, em lugar das duas dobradiças que são vistas no antigo MacBook Air. Isto provavelmente resolverá o problema das dobradiças quebradas que sofriam alguns dos modelos antigos do MacBook Air. O ângulo máximo de apertura ainda é muito pequeno com 130 graus. A dobradiça do modelo de 13 polegadas não era tão folgada como a do nosso modelo de teste de 11-polegadas, o que nos parece algo positivo.

Como se esperaria da Apple, a sensação dos materiais é incrível. A concorrência de Windows infelizmente ainda não pode se comparar neste sentido.

Em teoria o MacBook Air pode ser aberto simplesmente retirando os parafusos no lado inferior e depois retirando toda a placa da base. No entanto, a Apple dificultou isto, utilizando parafusos Torqx especiais de 5-pontos. Se apesar disto você conseguir chegar à parte posterior da máquina, somente poderá substituir o SSD mSATA. A memória, CPU, e GPU estão todos soldados diretamente na placa mãe e devido a isso não são atualizáveis. Você pode encontrar mais informação sobre os interiores do Mac e os parafusos Torqx especiais, com nossos colegas em iFixit, que desmontaram o semelhante MacBook Air de 11-polegadas.

Conectividade

Comparado com o modelo anterior, as portas sofreram algumas mudanças. Elas não são mais cobertas por uma tampa, e a quantidade foi estendida significantemente com a adição de um segundo USB e de um leitor de placas SD.

Outros portáteis nessa classe normalmente oferecem pelo menos uma porta LAN e possivelmente um USB adicional. O MacBook Air  de 13 polegadas também não tem uma porta para estação docking (como ocorre com todos os Macs da Apple).

As portas encontram-se em ambos os lados para trás da máquina, que é uma coisa boa.

Esquerda: Conector de força MagSafe, USB 2.0, Porta de áudio para fones, microfone integrado
Esquerda: Conector de força MagSafe, USB 2.0, Porta de áudio para fones, microfone integrado
Direita: leitor de cartões SD, USB 2.0, Mini DisplayPort
Direita: leitor de cartões SD, USB 2.0, Mini DisplayPort

A câmera web integrada no marco, agora chamada “FaceTime Camera”, não fornece uma imagem particularmente magnífica. Mas a qualidade é suficiente para conversações de vídeo e o microfone integrado funcionou muito bem quando o testamos. Isto significa que pode usar o MacBook Air para Skype ou FaceTime sem fones, se desejar.

Como com o MB Air de 11 polegadas, as conexões sem fio são gerenciadas por um chip Broadcom BCM943224 com duas antenas, que suporta dual band 802.11n e Bluetooth 3.0 (mas só BT 2.1 +EDR de acordo com a Apple). O chip suporta índices de transferência WLAN de até 300 MB/s y provou ser confiável e ter uma boa faixa no nosso teste do modelo de 11-polegadas (avaliado com um Trendnet TEW-633GR). Também não há uma conexão Ethernet com cabo, mas está disponível um adaptador USB opcional (100 MBit) que já estava funcionando na nossa análise do primeiro MacBook Air.

A Apple oferece uma garantia de 12 meses como padrão e 90 dias de suporte telefônico para o MacBook Air. Você também tem a opção de estender ambos para 3 anos por excessivos €249.

Dispositivos de Entrada

Teclado

O teclado chiclet integrado no MacBook Air de 13 polegadas é igual a qualquer teclado Apple atual, com uma pequena exceção; a fila de teclas de função foi um pouco reduzida (não tanto como no Air de 11 polegadas) e agora também aloja o botão interruptor.

Como com todos os MacBooks atuais, o teclado preto possui muitas qualidades excelentes. Apesar do curto deslocamento você pode digitar com facilidade sem se cansar. Como as teclas estão parafusadas diretamente ao case monobloco, não ocorrem irritantes deformações ou ruídos. Utiliza a habitual disposição de Apple que será um pouco desconhecida para usuários de Windows.

Lamentavelmente os novos MacBook Airs não têm a iluminação do teclado que era tão útil nos antigos modelos MacBook Air e MacBook Pro.

Touchpad

Finalmente, o trackpad de vidro conseguiu chegar aos modelos MacBook Air. Sua excelente sensação suave e grande tamanho (para um portátil) fazem com que seja agradável para o uso. Os touchpads da Apple não têm botões dedicados (não mais), mas, todo o pad pode ser utilizado como um botão (além da borda superior). Com a ajuda de software Mac OS X inteligente, o trackpad também pode ser usado como um touchpad tradicional com botões. Uma ampla gama de gestos multi-touch usando até quatro dedos (incluindo o útil deslocamento inercial) lhe permite aproveitar ao máximo a grande superfície de vidro.

O trackpad da Apple continua sendo o melhor touchpad integrado para portáteis e ainda não tem rival (pelo menos sob Mac OS X) na precisão e facilidade de uso. Com Windows, infelizmente você terá que sofrer algumas perdas, mas ainda pode utilizá-lo de forma aceitável devido ao rudimentar controlador.

Teclado
Teclado
Touchpad
Touchpad

Tela

A característica distintiva no novo MacBook Air de 13 polegadas é a tela widescreen de alta resolução. Com 1440 x 900 pixels o Air oferece a mesma resolução que o modelo básico do MBP de 15 polegadas, e com isso, muito mais "espaço" no escritório que a versão antiga com 1280 x 800.

O brilho e iluminação máximos são semelhantes aos do modelo antigo. Com uma média de 306 cd/m² a tela pode brilhar com muita luminosidade, e, portanto, vence a maioria dos reflexos na superfície lisa. Graças ao nível de escuridão relativamente bom, para este nível de brilho, a tela alcança um contraste máximo de 640:1 (647:1 usando nível de brilho 6 com cerca de 97 cd/m²).

A iluminação somente é média com 77%. No entanto, as áreas isoladas podem não ser reconhecidas.

312
cd/m²
341
cd/m²
323
cd/m²
320
cd/m²
333
cd/m²
313
cd/m²
271
cd/m²
285
cd/m²
263
cd/m²
Distribuição do brilho
Informações
Gossen Mavo-Monitor
Máximo: 341 cd/m²
Médio: 306.8 cd/m²
iluminação: 77 %
iluminação com acumulador: 333 cd/m²
Preto: 0.52 cd/m²
Contraste: 640:1

O espaço de cores representável é mais ou menos o mesmo que o do MacBook branco de 2010, e que do MacBook Air de 11 polegadas. Por isso é significantemente menor que o espaço de cores sRGB, e também que o espaço de cores dos modelos MacBook Pro.

sRGB (transparente) versus MacBook Air 13"
sRGB (transparente) versus MacBook Air 13"
MacBook White (transparente) versus MacBook Air 13"
MacBook White (transparente) versus MacBook Air 13"
MacBook Pro 17" (transparente) versus MacBook Air 13"
MacBook Pro 17" (transparente) versus MacBook Air 13"
Resultado da calibração com o “i1 Display 2”
Resultado da calibração com o “i1 Display 2”
Uso em exteriores
Uso em exteriores

Graças ao alto brilho máximo, o uso em exteriores sob a luz do sol também é possível com o MacBook Air. No entanto, a superfície brilhosa da tela produz fortes reflexos. Em contraste com o MacBook Air de 11 polegadas, os reflexos na variante de 13 polegadas têm um leve tom avermelhado.

A Apple mais uma vez optou pelo uso de um painel TN para o novo MacBook Air, que apresenta os típicos ângulos de visão limitados por cima e por baixo. Particularmente comparado com o iPad, o escurecimento por baixo é muito notório.

Ângulos de visão do Apple Macbook Air 13 polegadas 2010-10
Ângulos de visão do Apple Macbook Air 13 polegadas 2010-10

Desempenho

Tudo como sempre? À primeira vista, as entranhas do MacBook Air de 13 polegadas não parecem mostrar mudanças significativas. Ainda está o SL9400 Core 2 Duo antigo com 1,86 GHz, e uma placa gráfica chipset. Mas quando olhamos os detalhes encontram-se evidentes melhorias. A Apple optou contra os processadores Core-i Arrandale, e implementou a veloz placa gráfica integrada GeForce 320M no Air. Graças a isto o compacto design de 2-chips foi continuado, resultando numa melhora significante no desempenho gráfico (particularmente comparado com os gráficos Intel HD nos CPUs Arrandale). Adicionalmente, agora há um veloz SSD em todas as variantes do modelo.

System info CPUZ CPU
System info CPUZ Cache
System info CPUZ Mainboard
System info CPUZ RAM
System info CPUZ RAM SPD
System info GPUZ
Informação do sistema Apple Macbook Air 13 polegadas 2010-10

Desempenho do Processador

O MacBook Air de 13 polegadas ainda tem o antigo Core 2 Duo SL9400 de baixa voltagem com 1,86 GHz. Este processador dual core que se baseia no núcleo Penryn, oferece todos os 6MB de cache de nível 2, que fornecem um desempenho muito bom para a velocidade de freqüência.

Comparado com a geração predecessora do MacBook Air de 13 polegadas, a mais recente versão pode dar um salto para frente apesar do processador idêntico. Inclusive pode deixar a versão mais veloz de 2,16 GHz de 2009 muito para trás. A explicação mais simples para isto é que o processador, agora, não acelera automaticamente durante o benchmarks devido a motivos térmicos.

Comparado com os novos processadores Core-i UM, o antigo SL9400 pode dar uma boa batalha. Os processadores Core i3-380UM e i5-520UM nos Sub-portáteis atuais estão mais ou menos no mesmo nível, com um espectro de desempenho entre 87-112% (3DMark06 CPU, Cinebench R10, e R11.5, wPrime).

O processador Core 2 Duo P8600 com 2,4 GHz nos modelos atuais do MacBook e MacBook Pro de 13 polegadas, podem estar separados um do outro por 20-27%. Notavelmente máis velozes são os processadores Core i5 e i7 nos modelo MBP de 15 e 17 polegadas. O i7-620M é o dobro de veloz em muitos testes (3DMark06 CPU 186%, Cinebench R11.5 227%, Cinebench R10 Multi 202%, wPrime só 35% d tempo).

Por isso o SL9400 se posiciona aproximadamente no mesmo nível de modelos MacBook e MacBook Pro mais antigos com um Core 2 Duo de 2,0 GHz.

Cinebench R10 Rendering Multiple CPUs 32Bit
3864
Cinebench R10 Rendering Single 32Bit
2029
Cinebench R10 Shading 32Bit
3051
Cinebench R11.5 OpenGL 64Bit
11.55 fps
Cinebench R11.5 CPU Multi 64Bit
1.11 Points
Ajuda

Desempenho Gráfico

O desempenho gráfico do MacBook Air certamente é uma de suas características mais destacadas. A GeForce 320M integrada, em contraste com MacBooks maiores, não foi acelerada, e por isso teoricamente pode alcançar o mesmo desempenho que placas gráficas dedicadas de classe média.

No 3DMark Vantage GPU Score a 320M, por exemplo, pode se posicionar justo acima da atual Mobility Radeon HD 5470, e inclusive atingir o nível da 9600M GT. Portanto, a 320M pode ser comparada com uma HD 5470, que só encontra-se em portáteis consideravelmente maiores e pesados.

Um fato interessante é que o fraco CPU não influi nos resultados dos benchmarks gráficos para o modelo de 13 polegadas, contrario ao que ocorre com o MacBook Air de 11 polegadas.

3D Mark
3DMark 2001SE18744 pontos
3DMark 057475 pontos
3DMark 06
 1280x1024
4222 pontos
3DMark Vantage1836 pontos
Ajuda

Desempenho do Sistema

Graças à veloz placa gráfica chipset e ao disco rígido SSD do sistema, o MacBook Air de 13 polegadas pode brilhar no benchmark PCMark Vantage, e inclusive deixar atrás o MacBook Pro de 13 polegadas (com disco rígido convencional). Em geral, o modelo de 11 polegadas foi 16% mais lento no teste. Os modelos MBP de 15 e de 17 polegadas que estão equipados com um Disco Rígido, apesar de tudo foram 18-25% mais velozes, dependendo do CPU.

PC Mark
PCMark Vantage4882 pontos
Ajuda
5.3
Índice de Experiência Windows 7
Processador
Cálculos por segundo
5.3
Memória (RAM)
Operações de memória por segundo
5.5
Gráficos
Desempenho da Área de Trabalho para Windows Aero
5.3
Gráficos de jogos
Gráficos 3D empresariais e de jogos
6.1
Disco rígido principal
Velocidade de transferência de dados de disco
6.9

Usando o benchmark do sistema Mac OS X, XBench 1.3, comprovamos o desempenho do sistema usando Mac OS X. Infelizmente os resultados variam amplamente com alguns sub-testes, motivo pelo qual realizamos vários testes com a mesma cor.

Com a exceção do teste do disco, o modelo de 13 polegadas se desempenha claramente melhor que o MacBook Air de 11 polegadas. O mais veloz MacBook pode se distanciar por quase a mesma quantidade nos testes de CPU, como o modelo de 13 polegadas pode ser comparado com o modelo de 11 polegadas. O MacBook Pro de 17" com um processador Core i7 está em outra liga, embora seja levemente subjugado nos últimos testes devido ao Disco Rígido padrão.

Comparação XBench 1.3 – O MacBook Air 1,4 GHz está claramente atrás com a exceção dos testes de Disco Rígido graças ao veloz SSD.
Comparação XBench 1.3 – O MacBook Air 1,4 GHz está claramente atrás com a exceção dos testes de Disco Rígido graças ao veloz SSD.
Velocidade de Transferência Mínima: 138.2 MB/s
Velocidade de Transferência Máxima: 196.2 MB/s
Velocidade de Transferência Média: 174.3 MB/s
Tempo de Acesso: 0.3 ms
Índice de Explosão: 145.5 MB/s

O SSD Micro SATA Blade fabricado pela Toshiba é descrito pela Apple como SSD TS256C (versão de 256 GB). A própria Toshiba vende o SSD como Blade X-gale THNSNC128GMDJ. Como alternativa há uma atualização da PhotoFast com um controlador SandForce mais veloz.

O desempenho (principalmente os índices de leitura) da versão de 256 GB foi um pouco melhor no teste que o da versão de 128 GB no MacBook Air de 11 polegadas. De qualquer forma, em comparação com SSDs atuais de classe alta da Intel (X25-M) ou SandForce (como o OCZ Vertex 2) o SSD Toshiba é evidentemente mais lento. Quando se trata da pontuação total do benchmark AS SSD, por exemplo, se posiciona no mesmo nível que o Samsung PM800. SSDs de nível básico, mais acessíveis como o SSD Kingston Now V são significantemente mais lentos.

De acordo com a Anandtech o controlador é muito resistente contra a degradação (veja o teste SSDNov V+100). Isto é muito importante, pois o Mac OS X ainda não suporta TRIM. No final do nosso teste HDTune em Windows com o MB Air de 11 polegadas, ainda encontramos evidentes falhas de desempenho (ver as capturas de tela).

Comparação AS SSD
Resultado AS SSD
Comparação Seq. CrystalDiskMark
Comparação 4k CrystalDiskMark
Resultado CrystalDiskMark
Resultado HDTune
Comparação ATTO
Resultado ATTO

Desempenho nos Jogos

A potente placa de vídeo GeForce 320M ajuda o MacBook Air de 13 polegadas a atingir um desempenho considerável nos jogos. O CPU SL9400 em contraste ao SU9400 no MBAir de 11 polegadas, tem muito menos efeito prejudicial na maioria dos jogos, e com isso permite um jogo fluido na maioria dos jogos atuais. Somente em Mafia 2 as coisas foram um pouco estreitas no teste, apesar dos ajustes mínimos.

baixo médiaalto ultra
Trackmania Nations Forever (2008) 8975.547.3fps
Colin McRae: DIRT 2 (2009) 45.13018.8fps
Resident Evil 5 (2009) 3822.39.9fps
Battlefield: Bad Company 2 (2010) 3822fps
StarCraft 2 (2010) 11026158fps
Mafia 2 (2010) 28.423.419.312fps
Fifa 11 (2010) 161756433fps

Como com o MB Air de 11 polegadas, as latências DPC em Windows (Bootcamp) são altas demais. Mesmo depois de desativar todos os possíveis tipos de fontes de latências (software Apple Bootcamp, WLAN, perfil de economia de energia), só fomos capazes de atingir 1000-2000 microssegundos.

DPC Latency Checker normal
DPC Latency Checker normal
DPC Latency Checker sem WLAN ou ferramentas de funções
DPC Latency Checker sem WLAN ou ferramentas de funções

Desempenho de Vídeo HD

Graças ao potente CPU, o MacBook Air de 13 polegadas nem sequer tem problemas para reproduzir vídeo HD codificado em VC-1 em Mac OS X. Em Windows 7 a placa gráfica também pode realizar esta tarefa, e com isso aliviar o CPU.

Vídeos MPEG4 codificados em H.264 são decodificados pelo GPU em ambos os sistemas operacionais, e portanto quase não produzem carga para o CPU.

O pequeno equipamento, no entanto, atinge seus limites quando se trata de reproduzir (streaming) Flash desde internet. Com vídeos de YouTube houve intermitências e pulos de quadros com conteúdo 1080p. Os vídeos de Vimeo foram reproduzidos com fluidez. Na sala de exposição a visualização de quadros foi muito intermitente (1080p), imagem completa notoriamente menos, mas ainda reconhecível. Os vídeos HD de 720p foram reproduzíveis em todas as plataformas sem problemas.

Big Buck Bunny H.264 – baixa carga de CPU - fluido
Big Buck Bunny H.264 – baixa carga de CPU - fluido
Elephants Dream VC1 carga media – alta carga de CPU - fluido
Elephants Dream VC1 carga media – alta carga de CPU - fluido
Youtube 1080p: Quadros individuais pulados, mas oticamente fluido
Youtube 1080p: Quadros individuais pulados, mas oticamente fluido
Vimeo 1080p: Oticamente sem intermitências
Vimeo 1080p: Oticamente sem intermitências

Emissões

Ruído do sistema

O ventilador no MacBook Air 2010 de 13 polegadas recolhe o ar pela parte posterior, e também expulsa o ar quente por aí, como todos os MacBooks. Por isso seu uso sobre superfícies suaves não é um problema para a circulação do ar.

Graças ao SSD integrado, o pequeno ventilador é a única fonte de ruído do sistema neste sub-portátil fino. Em estado inativo funciona com cerca de 2000 revoluções por minuto, resultando em 28,6 dB (ruídos do ambiente para comparação 27,6 dB). No entanto, devido a um silencioso zumbido de baixa freqüência no nosso equipamento avaliado, ainda era perceptível em ambientes silenciosos, e com isso, mais “audível” que o equipamento de 11 polegadas.

Sob uma leve carga de CPU ou GPU o ventilador aumenta suavemente até cerca de 3000-4200 RPM. No teste este era o caso em, por exemplo, Mac OS X enquanto se instalava StarCraft 2, e simultaneamente se executava o iTunes ou durante a edição de um vídeo (codificar). Com 30-34 dB (1,8 – 2,1 Sone) era, de qualquer forma, ainda relativamente silencioso.

Sob uma carga mais pesada, como ao executar o 3DMark05 em Windows 7, o volume variou entre 32 e 44 dB – em média cerca de 37 dB. Deve-se esperar freqüentes mudanças de intensidade dependendo do nível de carga.

Son carga extremamente alta (Furmark + Prime95, ou StarCraft 2 em Mac OS X), o ventilador atinge uma máxima de 6000 RPM, com correspondentes 44 dB. Com cerca de 4,7 Sone,o MacBook também é o dobro de barulhento do que é com carga leve. O ruído do sistema pode então ser descrito como um assobio que subjetivamente não é irritante.

Características do som do ventilador integrado: verde - 2000rpm - 28,6dB; vermelho - 6500rpm - 44,6dB
Características do som do ventilador integrado: verde - 2000rpm - 28,6dB; vermelho - 6500rpm - 44,6dB

Barulho

Ocioso 28.6 / 28.6 / 28.6 dB
HDD 28.6 dB
Carga 37 / 44.6 dB
 
    30 dB
silencioso
40 dB
audível
50 dB
ruidosamente alto
 
min: , med: , max:    Behringer ECM8000 / Terratec DMX6Fire USB / Arta 1.6.1 (15 cm de distância)

Temperatura

A temperatura gerada pelo case de alumínio se mantém dentro de uma faixa aceitável, apesar do ventilador silencioso. Apesar de todo, inclusive sem carga o case mostra um evidente aquecimento na superfície superior, atingindo uma máxima de 38°C. No entanto, as superfícies com as que se entra em contato (superfície inferior, teclado, pousa palmas, trackpad) ainda sentem-se relativamente frias (25-33°C).

Depois de várias horas de carga extrema, o case atingiu suas temperaturas máximas. A área do pousa palmas ainda se manteve relativamente frio. Somente a superfície inferior esquenta-se notavelmente para ser uma área de contato. Mas os 42°C não são críticos.

Comparado com o MacBook Air de 11 polegadas, o maior modelo de 13 polegadas se mantém mais frio em todos os cenários.

As temperaturas internas depois de nosso teste de várias horas sob carga extrema não são apenas marginalmente críticas na placa gráfica de acordo com os sensores integrados. No entanto, isto es manifestado excessivamente pela Furmark. Os dois núcleos do processador estão longe de seu suposto máximo (105°C de acordo com a Intel) com 80°C.

Durante o teste carga extrema também conseguimos notar uma breve sufocação (diminuindo a velocidade do CPU) de vez em quando na Ferramenta Tmonitor. No entanto, um benchmark 3DMark05 realizado imediatamente depois de várias horas do teste de estresse, fornece os mesmos resultados que os que se obtiveram num estado inativo. No entanto, o mais potente CPU de 2,13 GHz também pôde atingir os limites térmicos com aplicativos normais, e com isso não oferece seu desempenho total.

Carga Máxima
 42 °C41 °C36 °C 
 35 °C32 °C32 °C 
 29 °C28 °C28 °C 
Máximo: 42 °C
Médio: 33.7 °C
34 °C38 °C37 °C
29 °C31 °C31 °C
28 °C29 °C28 °C
Máximo: 38 °C
Médio: 31.7 °C
alimentação elétrica  52 °C | Temperatura do quarto 20 °C | Fluke 62 Mini

Alto falantes

Como com o modelo de 11 polegadas, a Apple integrou alto falantes estéreo no fino case. Isto soa incrível para seu tamanho. Apesar de tudo eles são mais adequados para aplicativos menos exigentes (como rádio de internet ou vídeos de YouTube). O volume máximo de 92,5 dB / 98 Sone (ruído rosa: 15 cm de distância) definitivamente é útil, mesmo com material silencioso. Comparado com o MBAir de 11 polegadas (ver diagrama) a versão de 13 polegadas é significantemente mais potente (11" máx. 87,2 dB / 67 Sone).

O MBAir de 13 polegadas é 46% mais barulhento com ruído rosa (máximo) e também tem freqüências mais baixas.
O MBAir de 13 polegadas é 46% mais barulhento com ruído rosa (máximo) e também tem freqüências mais baixas.

Duração da Bateria

A bateria de 50 Wh Lítio Polímero deve durar mais de sete horas durante o uso prático de acordo com a Apple. Como nossos testes nos levaram a uma faixa entre 2-12 horas, isso definitivamente soa realista. No entanto, somente é possível com aplicativos menos exigentes (pouco Flash!) e brilho de tela reduzido. O “pior” cenário de navegar pela web com o brilho máximo e muitos vídeos Flash levaram a uma duração de bateria de 4 horas e 15 minutos no nosso teste. Certamente formidável considerando a estrutura fina.

Usando Windows deve-se esperar uma duração de bateria significantemente reduzida. Se o Air está funcionando com capacidade total (Battery Eater Classic), resulta numa duração semelhante de 2h e 6min; sem carga (Battery Eater Reader) somente chega a 7h 28min, e, portanto, 4,5 horas menos que com Mac OS X.

A bateria se carregou completamente depois de cerca de 2 horas e 15 minutos - sem usar o MacBook Air.

Tempo de Execução da Bateria
Ocioso (sem WLAN, min brilho)
11h 59min
Navegar com WLAN
4h 15min
DVD
3h 52min
Carga (máximo brilho)
2h 06min

Especialmente durante nossas medições de consumo de energia, o excepcionalmente bem adaptado Mac OS X pode ser reconhecido no hardware. O mínimo consumo de energia de 3,3 Watts até agora só foi superado pelo iPad e o Toshiba AC100 con Tegra 2.

Usando o sistema operacional da Microsoft os valores medidos comprovam ser significantemente mais altos num estado inativo. Isto também explica as piores durações da bateria com Windows 7 e Bootcamp.

Consumo de energia

Ocioso 3.3 / 10 / 13 Watt
Carga 33 / 44.5 Watt
 
Key: min: , med: , max:         Voltcraft VC 940
Power Consumption Windows 7 64 Bit Mac OS X 10.5
Idle, display off, WLAN / BT off 6.9W 2.5-3.3W
Idle, min brightness, WLAN / BT off 7.1W 3.3-4.5W
Idle, max brightness, WLAN / BT off 10.8-11.9W 6.8-8.2W
Idle, max brightness, WLAN / BT on 10.8-13W 8-10.3W
Furmark, max brightness, WLAN / BT on 31.6-33.6W  
Prime95, max brightness, WLAN / BT on 34.7-36W  
Furmark+Prime95, max brightness, WLAN / BT on 39.6-42.8W  
StarCraft 2 38-44.5W 28-33W

Veredicto

O MacBook Air de 13 polegadas é um Sub-portátil muito emocionante. O case monobloco re-projetado deixa uma excelente impressão com seu design, qualidade de montagem, e estabilidade, a pesar de sua estrutura muito fina. Graças a sua grande tela de 13 polegadas de alta resolução, e os muito bons dispositivos de entrada, não há necessidade de se comprometer ao trabalhar. Também o desempenho deve provar o suficiente para satisfazer à maioria dos usuários com exigências excessivas do CPU. Inclusive os jogos ocasionais são possíveis sem problemas graças à GeForce 320M. A maioria dos sub-portáteis, falha nesta área.

As diminutas dimensões e peso são factíveis por um alto preço, bem como as possibilidades de atualização quase inexistentes e deliberadamente difíceis. Também quando trata-se das interfaces, o MacBook Air é pouco generoso, embora estas tenham melhorado significantemente comparadas com suas predecessoras.

No teste estávamos esperando uma tela mate, e parafusos normais para ter acesso ao interior do case.

Comparado com o MacBook Air de 11 polegadas, estivemos especialmente satisfeitos pelo melhor desempenho, duração da bateria mais longa, e a maior tela. Apesar de tudo, usávamos o equipamento de 11 polegadas com maior freqüência devido a suas dimensões mais compactas.

A concorrência para o MacBook Air de 13 polegadas obviamente é o MacBook Pro de 13 polegadas e o MacBook Air de 11 polegadas. Os usuários que não pretendem usar Mac OS X, também poderiam considerar o muito potente Sony Vaio Z12. Um pouco menos de desempenho é fornecido pelo Lenovo Thinkpad X201s com peso semelhante, ou o Toshiba Protege R700. O peso de 1,6 kg forneceria equipamentos de melhor desempenho como o Acer Aspire 3820TG, ou o Asus U35Jc

Apple Macbook Air 13 inch 2010-10
Em Análise: Apple Macbook Air 13 polegadas 2010-10
Em Análise: Apple Macbook Air 13 polegadas 2010-10

Especificações do portátil

Apple Macbook Air 13 inch 2010-10
Processador
Placa gráfica
NVIDIA GeForce 320M, Análises do: 450 MHz, 256 MB compartilhados, 257.46
Memória
2048 MB 
, DDR3 soldado
Pantalha
13.3 polegadas 16:10, 1440x900 pixel, LED, LTH133BT01A01 (9CF0), Brilhante: sim
placa mãe
NVIDIA MCP89
Placa de Som
Cirrus Logic CS4206A
Conexões
2 USB 2.0, 1 DisplayPort, Conexões Audio: Fones (fones Apple), Card Reader: Cartão-SD,
Funcionamento em rede
Broadcom BCM943224 (a b g h n ), 2.1+EDR Bluetooth
Tamanho
altura x largura x profundidade (em mm): 17 x 325 x 227
peso
1.327 kg Suprimento de energia: 185 / 325 g
Bateria
50 Wh Lítio-Polímero, não removível
Preço
1599 Euro
Sistema Operativo
Apple Mac OS X 10.6 Snow Leopard
Características adicionais
Webcam: FaceTime, Cabo de força alternativo, USB Recovery Stick, iLife 11, 12 Meses Garantia

 

As dobradiças más largas duram mais?
Tampa da tela do HP Workstation de 17 polegadas (Dreamcolor 2) vs MacBook Air.
Especialmente notório por embaixo.
Ângulos de visão comparados com o iPad.
Os parafusos Torqx de 5 pontos asseguram os interiores.
A câmera web agora chama-se “FaceTime Camera”.
O botão interruptor migrou para o teclado.
A tela refletiva é adequada para seu uso em exteriores dentro de limites graças ao bom nível de brilho.
Ângulos de visão comparados com o iPad.
Especialmente notório por embaixo.
As dobradiças más largas duram mais?
Tampa da tela do HP Workstation de 17 polegadas (Dreamcolor 2) vs MacBook Air.

Portáteis Semelhantes

Portáteis com o mesmo GPU e tamanho de tela

» Análise do Portátil Apple MacBook 2010-05
Core 2 Duo P8600, 2.173 kg

Portáteis com o mesmo GPU

Portáteis do mesmo fabricante

» Breve Análise do Tablet Apple iPad Mini 3
PowerVR G6430, A7, 7.9", 0.331 kg
» Breve Análise do Smartphone Apple iPhone 6 Plus
PowerVR GX6450, A8, 5.5", 0.172 kg
» Breve Análise do Smartphone Apple iPhone 6
PowerVR GX6450, A8, 4.7", 0.129 kg
» Breve Análise do Tablet Apple iPad Mini Retina
PowerVR G6430, A7, 7.9", 0.328 kg

Links

Compare Preços

Amazon.com

Show results on Amazon.com

Pricerunner n.a.

Pro

+Peso leve e pequeno
+Case excepcional de alumínio
+Muito bom desempenho gráfico para um Sub-portátil
+Dispositivos de entrada muito bons
 

Contra

-Relativamente caro
-Poucas interfaces
-Tela refletiva
-Sem iluminação de teclado

Em resumo

Do que gostamos

Quão perto chega o MacBook Air de 13 polegadas do desempenho de um portátil de tamanho normal, e quão móvel se mantém ao mesmo tempo.

O que faltou

Uma tela anti-reflettiva, e melhores opções de atualização.

O que nos sorpreendeu

O case de alumínio extremamente estável, a pesar de sua construção fina.

A concorrência

A competência na área do sub-portátil de 13 polegadas é definitivamente mais abundante que no do modelo de 11 polegadas. Especialmente o Sony Vaio Z12 com um potente processador e placa gráfica é um competidor. Mas também o Lenovo X201s, ou o Toshiba R700 são dignos de ser mencionados.

Rating

Apple Macbook Air 13 inch 2010-10
12/03/2010 v2
Klaus Hinum

Acabamento
97%
Teclado
90%
Mouse
98%
Conectividade
50%
Peso
93%
Bateria
90%
Pantalha
77%
Desempenho do jogos
67%
Desempenho da aplicação
87%
Temperatura
87%
Ruído
94%
Impressão
88%
Médio
85%
89%
Subnotebook *
Médio equilibrado
> Português - Home > Análises > Análises > Arquivo de análises próprios > Análise do Sub-portátil Apple MacBook Air 13 Polegadas 2010
Klaus Hinum, 2010-12-22 (Update: 2013-06- 6)